<
>

Mbappé não culpa rival por entrada violenta que o lesionou: 'Infeliz acidente'

Fora dos campos por três semanas por causa de uma lesão no tornozelo direito, o que o fará perder o jogo do Paris Saint-Germain pelas quartas de final da Champions League, Kylian Mbappé não coloca nenhuma culpa no responsável pelo lance.

Uma mensagem de SMS de Wilfried Mbappé, pai do jogador do PSG, ao presidente do Saint-Étienne, Bernard Caïazzo, passou tranquilidade e afastou qualquer rumor de raiva ou bronca do atacante em relação a zagueiro Loïc Perrin.

“Nenhum membro da nossa família se ressente pelo que aconteceu. Foi um infeliz acidente de trabalho de uma pessoa que tem uma carreira exemplar”, diz a mensagem, segundo o jornal "Le Parisien".

“Obrigado por exaltá-lo por tudo o que conseguiu. Também lamentamos que ele termine a carreira assim, mas os melhores momentos vão ficar na lembrança”, completou Wilfried.

Perrin encerrou a carreira nesta temporada, recebeu homenagens do Saint-Etienne, clube que defendeu por 17 temporadas, mas a imagem final foi o lance com Mbappé. Vem sofrendo muitas críticas pelo ocorrido.

O defensor deu uma entrada violenta no atacante do PSG, principal jogador da França na atualidade, durante a final da Copa da França. Mbappé deixou o campo lesionado e chorando, enquanto o defensor acabou expulso.

Além de perder as quartas de final da Champions League contra a Atalanta, agendada para Lisboa, no dia 12 de agosto, Mbappé também não estará em campo nesta sexta-feira (31) pela final da Copa da Liga Francesa contra o Lyon, às 16h (de Brasília).