<
>

Flamengo x Boavista: da transmissão ao patrocínio, clube rubro-negro tem olhos para fora de campo

play
Maracanã vazio, máscaras e Flamengo vencendo bem: veja as melhores imagens da volta do Carioca (1:36)

Rubro-Negro venceu com gols de Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha (1:36)

O Flamengo ainda tem objetivos no Campeonato Carioca ao entrar em campo nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, para enfrentar o Boavista. Embora já classificado às semifinais da Taça Rio, o time de Jorge Jesus pode garantir a liderança geral com uma vitória.

Não é exagero, contudo, dizer que os maiores objetivos do clube estão fora de campo do que dentro. A quarta é importante para duas questões consideradas como os maiores triunfos da equipe durante o período de pandemia pelo novo coronavírus, vistos com vitais para o futuro.

O primeiro é o patrocínio com o BRB (Banco Regional de Brasília). O acordo foi oficializado justamente nesta quarta, data em que passa a entrar em vigor, com o término do vínculo com o antecessor BS2. A marca já será vista na camisa à noite no Maracanã.

O contrato do Flamengo com o novo parceiro tem validade de três anos, renováveis por mais dois, com um valor mínimo garantido de R$ 32 milhões por temporada. Há bônus previstos caso o banco supere metas estipuladas em contrato, o que pode engordar esse faturamento.

play
1:36

Maracanã vazio, máscaras e Flamengo vencendo bem: veja as melhores imagens da volta do Carioca

Rubro-Negro venceu com gols de Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha

Em entrevista à ESPN Brasil, Rodrigo Tostes, vice-presidente de finanças rubro-negro, valorizou o acerto com o BRB, ressaltando que o novo patrocinador compensa parte das receitas que serão perdidas em 2020 com a pandemia. “Vai ajudar bastante”, afirmou o dirigente.

Ainda mais marcante, porém, será a transmissão que o próprio clube promete fazer na sua “FlaTV”, no Youtube. A ação é fruto da Medida Provisória 984, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, em uma vitória pessoal de Rodolfo Landim, dirigente máximo rubro-negro.

A MP, em vigor, mas ainda pendente de aprovação no Congresso, deu às equipes mandantes os direitos de transmissão dos jogos, o que, na visão do Flamengo, lhe assegura a transmissão própria nesta quarta. A Globo, que tem contrato com os demais clubes para o Carioca, discorda, levou a questão para a Justiça, mas não conseguiu fazer valer seu argumento.

“É para esse lado que o mundo está indo e a gente precisa acordar. Não existe nenhum outro lugar do mundo em que os direitos de televisão são divididos entre os dois times”, disse Tostes. “É um caminho natural que os clubes deveriam estar todos engajados.”

O duelo contra o Boavista é o segundo do Flamengo na retomada do Carioca. Na última semana, a equipe de Jesus encarou o Bangu e não teve trabalho para vencer por 3 a 0.