<
>

Flamengo demite mais um técnico do Palmeiras: assim como Felipão, Mano deixa o clube após derrota para rubro-negros

O Flamengo se tornou uma verdadeira pedra no sapato do Palmeiras em 2019. Não bastasse a conquista do título brasileiro e da Copa Libertadores, o rival rubro-negro foi responsável pela demissão de dois técnicos alviverdes no Brasileirão: Felipão caiu após derrota no Maracanã. Mano Menezes foi, neste domingo (1º), demitido após tropeço no Allianz Parque.

A informação foi dada pelo Rede Globo e confirmada pela ESPN.

Em 20 partidas, foram 11 vitórias, 5 empates e 4 derrotas. A última, neste domingo, foi para o agora campeão Flamengo, também por 3 a 1, também com amplo domínio, dessa vez em um Allianz Parque esvaziado (pouco mais de 22 mil pessoas) e melancólico.

Foi a terceira derrota seguida do Palmeiras no Brasileirão, após ser batido por Grêmio, em casa, e Fluminense, fora. Antes, dois empates diante de Corinthians, no Allianz, e Bahia, na Fonte Nova. Assim, a última vitória alviverde foi em 6 de novembro, nos 2 a 1 sobre o Vasco, há 25 dias.

Mano foi contratado no dia seguinte à demissão de Felipão, em 2 de setembro, e ficou apenas 90 dias no cargo. Ele tinha contrato até dezembro de 2021.A multa rescisória é de um salário, assim como era com seu antecessor, Luiz Felipe Scolari.

História repetida

A terceira passagem de Luiz Felipe Scolari pelo Palmeiras chegou ao fim em 1º de setembro, um dia depois de o time ser derrotado por 3 a 0 pelo Flamengo no Maracanã. Dias antes, a equipe havia sido eliminada nas quartas de final da Libertadores pelo Grêmio.

Felipão não suportou os dois reveses, e a maneira como foi a derrota para o Flamengo foi fundamental para a saída: domínio total rubro-negro, dois gols no primeiro tempo, um no segundo. À época, na 17ª rodada, os times brigavam pelas primeiras posições da tabela, com o rubro-negro em primeiro, e o Palmeiras em quarto.