<
>

Champions League: Lozano tem apelido de 'Brinquedo Assassino' e foi comprado por R$ 197 milhões pelo Napoli

play
Conheça Hirving Lozano, o 'Chucky' do futebol mexicano (1:57)

Aos 24 anos, o atacante do Napoli ficou conhecido mundialmente após ser carrasco da Alemanha na Copa do Mundo de 2018 (1:57)

Na última temporada, o atacante Hirving "Chucky" Lozano foi a contratação mais cara da história do Napoli, que jogará contra o Liverpool pela Champions League, nesta quarta-feira. Aos 24 anos, o mexicano ficou conhecido mundialmente após ser carrasco da Alemanha na Copa do Mundo de 2018.

"Lozano é um cara muito bom dentro de campo e também como pessoa. Ele é extremamente rápido, dribla muito bem e tem uma finalização fo***... O Chucky era um parceirão e estávamos sempre juntos. Ele buscava me explicar as coisas do futebol e gostava de me ensinar", contou o brasileiro Mauro Júnior, ex-colega do mexicano no PSV Eindhoven, ao ESPN.com.br.

Nascido na cidade do México, Lozano deixou a casa dos pais com apenas 11 anos para se mudar para as categorias de base do Pachuca, do México. Lá, o jovem atacante tinha a mania de assustar os novos companheiros: escondia-se embaixo da cama e puxava os pés dos meninos.

Com isso, ganhou o apelido de "Chucky", o famoso "Brinquedo Assassino" dos filmes de terror dos anos 1980 e 1990.

O atacante estreou como profissional em 2014 na Liga Mexicana contra o poderoso América. Ele fez um gol com apenas cinco minutos em campo na vitória por 1 a 0 no Estádio Azteca. Pelo Pachuca, ele faturou o Clausura (2016) e a Liga dos Campeões da Concacaf (2017).

Em sua última temporada na Liga Mexicana, ele marcou dez gols, levou dez amarelos, além de três expulsões. O PSV pagou 24 milhões de euros ao Pachuca para levar Lozano, a maior transferência da história de um jogador mexicano para o futebol europeu.

"Eu sempre o defendi no clube. Eu pedia para ele fazer o que sabia lá na frente que eu estaria marcando por ele e o ajudando. Dizia também que sempre passaria a bola para ele decidir os jogos. Nós precisávamos dele", disse Mauro.

Em pouco mais de duas temporadas no PSV, ele venceu uma Eredivise e fez 40 gols.

Fã de Free Fire

Na estreia da Copa do Mundo de 2018, ele fez o único gol da vitória do México contra a Alemanha por 1 a 0. Além disso, ele foi eleito o melhor em campo. Logo em seguida, virou o jogador mais caro da história do Napoli, ao ser comprado por 42 milhões de euros (R$ 197 milhões).

Na Itália, o atacante ganhou um canto da torcida ("Eeeeel Chuuucky Lozaaaaaaano") ao ritmo da música "Seven Nation Army", da banda de rock norte-americana White Stripes. Na atual temporada, o mexicano tem 13 partidas e 3 gols marcados.

Fora de campo, Lozano é fã da série de filmes dos Vingadores e seu super-herói preferido é o Homem de Ferro. Além disso, curte jogos eletrônicos.

"Eu, o Chucky e o Gastón Pereira gostávamos de conversar. Durante as viagens, jogávamos muito no ônibus da equipe os jogos de Ludo e Free Fire [famoso game de celular de aventura]. Às vezes eu não entendia o que eles falavam em espanhol comigo (risos)", contou Mauro Júnior.

"Ele gosta muito de praia, então já chegou a comentar do litoral brasileiro comigo. Ele também curte muito o estilo do futebol brasileiro, mas não chegou a citar algum jogador específico", contou Mauro Júnior, seu ex-colega no PSV.