<
>

Com comemoração à la Gabigol, Liverpool vence, aproveita empate do Napoli e vira líder na Champions

play
Virada do Dortmund, empate do Barcelona, jogo maluco em Londres e mais; veja todos os resultados do dia (1:07)

RB Leipzig, Liverpool, Lyon, Borussia Dortmund e Valencia venceram nesta terça-feira de Champions League. (1:07)

Mesmo poupando vários titulares, como Roberto Firmino, Mané e Robertson, o Liverpool venceu o Genk por 2 a 1, nesta terça-feira, pela 4ª rodada do grupo E da Champions League.

Wijnaldum abriu o placar para os Reds no começo do primeiro tempo, e comemorou com Van Dijk fazendo uma celebração muito similar à do atacante Gabigol, do Flamengo.

Ainda na etapa inicial, porém, os belgas buscaram o empate em uma bela cabeçada de Samatta.

No segundo tempo, Oxlade-Chamberlain fez um ótimo "pivô de futsal" na área, venceu a marcação com um giro e bateu cruzado para dar a vitória ao time inglês.

Com o resultado, somado ao empate por 1 a 1 entre Napoli e Red Bull Salzburg, na Itália, o Liverpool assumiu a liderança de sua chave na Liga dos Campeões.

Na próxima rodada, os Reds recebem justamente o vice-líder Napoli, podendo garantir a classificação e a ponta do grupo.

Ficha técnica

Liverpool 2 x 1 Genk

GOLS: Liverpool: Wijnaldum e Oxlade-Chamberlain Genk: Samatta

LIVERPOOL: Alisson; Alexander-Arnold, Van Dijk, Gomez e Milner; Fabinho, Keita (Robertson) e Wijnaldum; Oxlade-Chamberlain (Mané), Salah e Origi (Roberto Firmino) Técnico: Jurgen Klopp

GENK: Coucke; Cueta, Dewaest e Lucumí; Mæhle, Hrosovsky (Bongonda), Berge, Heynen e De Norre (Onuachu); Samatta e Ito (Ndongala) Técnico: Felice Mazzù


Estatísticas

66% de posse de bola teve o Liverpool no primeiro tempo

14 finalizações deu o Liverpool na primeira etapa, contra apenas 2 do Genk

88 passes completou o Genk durante todo o primeiro tempo, contra 341 do Liverpool

gol nos últimos 4 jogos do Liverpool tem Oxlade-Chamberlain

27 finalizações tiveram os Reds durante toda a partida

684 passes completou o Liverpool na partida, contra apenas 200 do Genk

O Liverpool está invicto há 24 jogos em Anfield em competições Uefa: 18 vitórias, 6 empates


Primeiro tempo movimentado

Empurrado por sua torcida, o Liverpool, mesmo com alguns destaques poupados, foi para cima do Genk desde o início.

E não demorou para o placar ser aberto, para festa da galera vermelha em Anfield.

Aos 13 minutos, Milner (jogando de lateral-esquerdo na vaga de Robertson) foi à linha de fundo e cruzou forte para a área. A bola bateu na zaga e sobrou limpa para Wijnaldum só cutucar para as redes.

Na comemoração, o holandês comemorou com seu compatriota Van Dijk ao melhor estilo Gabigol, mostrando os braços fortes para a torcida.

Parecia que um massacre iria se armar daí em diante, com os Reds desperdiçando ótimas chances de ampliar, principalmente com Salah e Keita.

Na bola aérea, porém, o time de Jurgen Klopp se descuidou e tomou o empate.

Em uma cobrança de escanteio pela esquerda, o congolês Samatta subiu muito bem e disparou um "chute de cabeça", estufando as redes de Alisson.

O gol foi tão inesperado que o técnico belga Felice Mazzù não estava nem olhando direito para o lance e pareceu genuinamente surpreso com o tento de sua equipe.

Nos minutos finais da primeira etapa, o Liverpool tentou ficar novamente na frente.

Origi e Van Dijk até apareceram bem no ataque, mas o jogo foi para o intervalo empatado mesmo em 1 a 1.


'Pivô de futsal' em ação

Na segunda etapa, os Reds partiram novamente para cima e quase voltaram a ficar na frente em boa chegada de Origi, aos 4 minutos.

Em um lance "de futsal", porém, saiu o 2º gol da equipe de Jurgen Klopp.

Aos 8 minutos, Salah recebeu na meia-lua e deu ótimo passe para Oxlade-Chamberlain, que dominou de costas, fez um lindo giro de pivô na marcação e bateu cruzado, no cantinho, sem chance de defesa.

Festa em Anfield com o gol do camisa 15, que volta a jogar bem após longo tempo ausente por uma grave lesão.

Depois disso, Klopp colocou em campo sua artilharia pesada: Mané e Robertson entraram nas vagas de Oxlande-Chamberlain e Keita.

O time da casa seguiu dominante e rondou por diversas vezes a área do Genk, mas não conseguiu fazer mais gols.

Os belgas, por sua vez, foram para o tudo ou nada nos minutos finais e também criaram algumas oportunidades com seguidos cruzamentos na área, mas não vazaram Alisson.

No fim das contas, o 2 a 1 serviu para levar a equipe inglesa à liderança de sua chave.


Napoli empate e deixa a liderança

Jogando em casa, o Napoli empatou por 1 a 1 com o Red Bull Salzburg e caiu para o 2º lugar, sendo ultrapassado pelo Liverpool.

O fenômeno teen Haaland abriu o placar logo no início da partida, cobrando pênalti.

Ainda na primeira etapa, o mexicano Lozano empatou para os italianos, batendo rasteiro da entrada da área.


Na tabela

  • Liverpool - 1º colocado, com 9 pontos

  • Napoli - 2º colocado, com 8 pontos

  • Red Bull Salzburg - 3º colocado, com 4 pontos

  • Genk - 4º colocado, com 1 ponto


Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo no fim do mês pela Champions.