<
>

Mendy, do Manchester City, admite compulsão por celular e promete: 'Não vou usar mais no vestiário'

Após ser "cornetado" pelo técnico Josep Guardiola por seu uso frequente do celular e das redes sociais, o lateral esquerdo Benjamin Mendy, do Manchester City, admitiu que é um usuário compulsivo de smartphone, mas prometeu maneirar na dose.

Destaque na vitória por goleada por 6 a 1 sobre o Huddersfield, no último domingo, pela 2ª rodada da Premier League, o campeão da Copa do Mundo com a França disse que ouviu os conselhos de Pep e passará a ser menos ativo na web.

Mendy tem quase 1 milhão de seguidores no Twitter e mais de 2 milhões no Instagram, e gosta de postar o tempo todo sobre diversos assuntos, frequentemente fazendo piadas e tirando sarro de amigos tanto de seu time quanto de outras equipes.

"Sempre que estou com meu celular na mão eu entro no Instagram e no Twitter. Preciso ser mais atento quanto a isso", admitiu o jogador de 24 anos, que passou por Le Havre, Olympique de Marselha e Monaco antes de chegar aos Citizens.

"Agora, sempre que eu estiver no centro de treinamento ou na academia, não usarei mais meu celular. Ao invés disso, ouvirei atentamente tudo o que o treinador disser", garantiu.

Quando criticou Mendy, Guardiola disse que às vezes tinha "vontade de matá-lo" por causa da obsessão pela internet.

“Às vezes nós queremos matá-lo, e em outras você pensa ‘uau, que jogador nós temos’. Ele nos dá energia. Mendy tem muita coisa para melhorar e espero que possamos convencê-lo a esquecer um pouco as redes sociais e melhorar algumas coisas”, disse o treinador.

Questionado sobre isso, o ala esquerdo deu razão ao catalão.

"Eu acredito nele, pois ele tem enorme experiência com os jogadores. Passarei a usar menos meu celular. Não vou mudar meu jeito de ser, mas no vestiário não usarei mais meu celular. Será melhor assim", finalizou.