<
>

Após esnobar Real Madrid, Mbappé garante: 'Fiquei no PSG pelo projeto esportivo, e não pelo dinheiro'

play
Após 'fico' e hat-trick, Mbappé é aplaudido pelos companheiros de time no vestiário do PSG (0:46)

O atacante francês renovou com o clube e foi aclamado pelo elenco (0:46)

Mbappé concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (23) para falar sobre sua renovação com o Paris Saint-Germain até 2025


O atacante Kylian Mbappé disse nesta segunda-feira (23) que levou mais em conta o "projeto esportivo" oferecido pelo PSG do que o "dinheiro" para tomar sua decisão de assinar a renovação de contrato por três anos com o clube francês, esnobando assim o interesse do Real Madrid, que queria contratá-lo de graça para a próxima temporada.

Em coletiva de imprensa no Parque dos Príncipes, na qual apareceu ao lado do presidente do Paris, Nasser Al-Khelaifi, o atleta também negou que seu novo contrato no atual campeão da Ligue 1 lhe dará direito de ter influência fora do campo, como na tomada de decisões sobre quais reforços trazer ou qual técnico contratar.

Além disso, Mbappé não quis garantir que seguirá no PSG além de 2025, deixando a porta aberta para uma saída no futuro, quando terá apenas 26 anos.

"Todos sabem que, no ano passado, eu queria sair. Mas as coisas são diferentes agora, em termos esportivos e pessoais", disse o craque.

"Deixar meu país neste momento não me parecia a decisão correta. Há um aspecto sentimental para essa questão, e o projeto esportivo (do PSG) também mudou... Nós conversamos por meses sobre o projeto esportivo (para uma possível renovação), mas só falamos sobre dinheiro por alguns minutos", assegurou.

No último sábado (21), uma fonte disse à ESPN que Kylian ligou pessoalmente para o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, para comunicar que havia desistido de assinar com o Real Madrid.

"Eu tomei minha decisão na semana passada", garantiu o jogador.

"Falei com Florentino Pérez. Tenho muito respeito por ele e pelo Real Madrid. Eles fizeram de tudo para me contratar e me fazer feliz, então eu agradeço por isso", contemporizou.

play
0:46

Após 'fico' e hat-trick, Mbappé é aplaudido pelos companheiros de time no vestiário do PSG

O atacante francês renovou com o clube e foi aclamado pelo elenco

Mbappé era o grande alvo do Madrid no mercado, e ficou perto de assinar com os merengues em várias ocasiões.

No último verão europeu, inclusive, o Real chegou a oferecer 200 milhões de euros (R$ 1,023 bilhão) pelo atacante, se aproveitando da incerteza sobre sua renovação em Paris.

O time da capital espanhola seguiu em contato com o estafe de Kylian durante a temporada, e acreditava ter a palavra do atleta de que ele iria para o Santiago Bernabéu após o fim de seu vínculo no PSG, em 30 de junho.

Mbappé, por sua vez, negou que o time francês tenha oferecido a ele a braçadeira de capitão, além da possibilidade de opinar em decisões a serem tomadas fora de campo, para tentar convencê-lo a seguir na equipe.

"Eu não terei nenhuma função além do meu papel de jogador de futebol", bradou.

"Eu não preciso de uma responsabilidade especial para ser envolvido nesse projeto. Já há um capitão na equipe, que é o Marqunhos, e não quero tirar esse direito adquirido dele. Eu não preciso ser o capitão para dar minha opinião sobre o que eu acho das coisas", discursou.

O craque, que nasceu e cresceu na Grande Paris, está no PSG há cinco anos e já é o 2º maior artilheiro da história da agremiação, com 171 gols, incluindo seu hat-trick na goleada por 5 a 0 sobre o Metz, no último sábado.

No entanto, ao ser questionado se iria jogar para sempre no atual campeão francês, ele não quis dar garantias.

"Algo que eu aprendi no futebol é que você deve olhar para o futuro, mas não para o futuro que está tão distante", salientou.

"Há um ano, eu não achava que estaria aqui hoje assinando esse contrato. Agora, estou focado no novo projeto esportivo. Não sei o que acontecerá no futuro. Não sei onde estarei daqui a três anos", encerrou.