<
>

CBLoL | Em retorno de Parang e Wiz, KaBuM estreia com vitória sobre INTZ

play
Barcelona x Benfica: No videogame, Depay marcou gol antológico de calcanhar, e time de Xavi venceu em casa; VEJA (2:00)

Times se enfrentam na Champions League nesta terça-feira (23) | CLIQUE AQUI e assista ao melhor do futebol AO VIVO pela ESPN no Star+ (2:00)

No embate que colocou as maiores campeãs do CBLoL frente a frente na estreia da temporada, a KaBuM foi quem levou a melhor e venceu a INTZ.


KaBuM e INTZ. As equipes que mais levantaram o troféu do CBLoL, se encontraram na partida de estreia das duas equipes na edição de 2022 onde os Ninjas superaram os Intrépidos em uma partida que, inicialmente foi equilibrada, mas depois vimos que a presença Wiz e Parang se tornou um dos fatores mais emblemáticos do dia.

Inclusive, o jogo foi também a partida que marcou o retorno de Parang, Wiz e do técnico Nuddle à organização. A dupla de selva e rota foi marcante por manter o jogo em um nível mais controlado e jogaram juntos de forma bastante incisiva para manter a KaBuM sempre à frente da INTZ e dando espaço para Hauz, o midlaner Ninja, dominar o jogo na reta final.

No retorno do jogador à rota do meio, Hauz teve a seu lado o treinador Professor, que foi o representante dos Ninjas na coletiva de imprensa e falou sobre como tem sido trabalhar ao lado do jogador em seu retorno à função e revelou a felicidade dele em se destacar na primeira vitória da equipe no campeonato.

“Vem sendo muito bom trabalhar com o Hauz, vejo que ele é um jogador que, apesar de não termos o melhor dos splits na temporada passada na INTZ - as condições dentro da organização também não favoreciam muito -, acho que as coisas poderiam ter sido um pouco melhor para ele. Quando você tem um split ruim você acaba ficando queimado, então é compreensível as pessoas terem uma visão negativa depois de ficar um tempo muito apagado”, conta Professor.

“Ele ganhou o circuitão, ficou um tempo apagado no mid, foi para o topo, não deu certo e depois voltou para o meio. Ele poder mostrar que ele pode ter um bom desempenho ainda assim, é algo incrível. Consegui sentir muita felicidade nele depois dessa vitória, então começar com uma vitória, ainda mais para ele, tem um significado muito grande. E também prova que estamos vindo para jogo, não para cumprir tabela”, adiciona.

Com elenco reformulado e desta vez ao lado de um suporte estrangeiro, micaO foi à coletiva falar sobre a derrota da INTZ - que não teve uma boa campanha no último ano - em sua primeira partida no campeonato. Em entrevista ao portal Mais Esports, Yampi havia falado sobre a dificuldade de entrosamento com o suporte neozelandês, mas o atirador garantiu que a sinergia já está melhor e que isso não foi o motivo da derrota.

“De forma alguma, nosso entrosamento com o Decoy já está bem melhor que nas últimas semanas. A gente estava na frente no bot e basicamente entregamos a vantagem de forma muito forçada, então erramos isso. Também acho que nosso draft podia ser melhor, vejo mais esses dois fatores [como razão da derrota]”, comenta micaO.

Além disso, o atirador fez um balanço e deu sua opinião sobre a chegada de novos jogadores estrangeiros e também da promoção de talentos das equipes de base ao campeonato principal.

“O time do Flamengo veio todo da base praticamente, junto disso é sempre interessante a gente ter jogadores de fora porque eles trazem conhecimento, staff de fora é algo muito interessante também. Uma coisa tem que estar junto da outra, não pode ficar vendo só o pessoal de fora, porque senão nunca vamos ter talento aqui dentro, mas também não podemos ficar só aqui dentro pois hoje em dia estamos atrás de outras regiões”, observa o atirador.