<
>

CBLoL | Netshoes Miners domina elenco jovem do Flamengo Esports e garante vitória

Anyyy e Snowlz foram os escolhidos para responder a imprensa neste sábado (22) Montagem

Em uma partida dominada pela Netshoes Miners, o elenco do Flamengo Esports que subiu diretamente do time de base do rubro-negro, não teve uma vida fácil em seu primeiro confronto e amargurou a derrota


Na segunda partida da retomada do CBLoL, onde a Miners e Flamengo Esports se encontraram, vimos o trem passando por cima dos rubro-negro, principalmente com a presença dos sul-coreanos DoRun e Croc querendo fazer uma boa estreia. A partida foi bastante desequilibrada para a Miners, mostrando que os jovens talentos do Flamengo não vão ter uma vida fácil no campeonato.

O sangue novo do time da Gávea veio direto do Academy ao invés de trazer medalhões do cenário, como foi a grande aposta do Flamengo nos anos anteriores. Mesmo estando à frente no placar, pudemos notar um grande receio por parte da Miners, que demorou para fechar o jogo. E justamente esse foi o fator que foi discutido na coletiva de imprensa no pós-jogo, no qual Anyyy da Netshoes Miners comentou:

“Demoramos pois não queríamos fazer nada muito arriscado, como forçar um dive, perder a luta e dar um Baron para eles. Eles estavam jogando embaixo da torre o jogo inteiro, então se quisessemos forçar algo era só dando dive”.

“Preferimos optar por jogar de um jeito seguro, como eles estavam jogando embaixo da torre, a gente só pegou os dragões e quando eles saíssem da torre a gente lutava, porque tínhamos uma luta boa. A Orianna (Tutsz) fez itens meio estranhos eu diria, então foi bem fácil ganhar as lutas”, adicionou.

Ao lado de dois sul-coreanos, sendo Croc um velho conhecido dos brasileiros devido a sua campanha com a Rensga no último ano e DoRun, que chegou à região neste ano, Anyyy aproveitou para falar sobre o impacto dos jogadores dentro de jogo e rasgou elogios aos companheiros.

“Fiquei muito surpreso com o Croc quando ele chegou, eu já sabia que ele era bom, mas ele superou minhas expectativas. Ele teve um impacto enorme no nosso time e na vitória de hoje também. O DoRun também é muito bom nos campeões que ele gosta, então acredito que temos um topo sólido”, avalia.

O Flamengo, por outro lado, enviou Snowlz para falar sobre como está sendo trabalhar com o elenco formado por jogadores da base - que estiveram sob seu comando em 2021 no Academy - do rubro-negro desta vez na liga principal. “Trabalhar no CBLoL acho muito mais competitivo e legal, ainda mais com quatro pessoas que trabalhei no Academy no último ano. Na minha cabeça todos eles mereceram subir e merecem estar onde estão, são todos ótimos jogadores”.

Com um embate contra a FURIA, equipe a qual recebeu três jogadores que no último ano defendiam o brasão do Flamengo Esports, pela frente neste domingo (23), o treinador da equipe fala sobre como será a preparação para enfrentar o super-time dos Panteras.

“Sobre o jogo contra eles, eu conheço bastante o Netuno, Ranger e o RedBert, treinamos bastante contra eles no ano passado. Conhecemos bastante eles, mas o meta mudou bastante e o estilo de jogo provavelmente também mudou com a chegada do Envy e do fNb. Acho que o ponto a ser explorado deles é que eles têm muitas pessoas para dar recurso no jogo e talvez eles não consigam fazer isso. É esse ponto que vamos tentar atacar”, conclui o treinador Snowlz.