<
>

Riot Games exigirá vacinação completa para campeonatos presenciais no Brasil

play
LoL | 'A gente quer ser referência, alcançar os melhores resultados': VORAX Liberty passa a se chamar Liberty. (6:07)

Marina Leite e Samuel Walendowsky falam sobre seu método de trabalho e a nova fase da organização em todos os esports (6:07)

Jogadores, treinadores, membros das equipes e também os torcedores terão que apresentar o comprovante de vacinação para poderem participar dos campeonatos presenciais de Valorant, League of Legends e Wild Rift em 2022


Após a polêmica criada pelo técnico latino-americano Onur, que seria o treinador do elenco de Valorant da LOUD e perdeu a oportunidade por não estar vacinado e dar declarações polêmicas acerca da exigência do passaporte de vacinação no Brasil, a Riot Games se pronunciou e comunicou na última segunda-feira (3) que exigirá a vacinação completa contra a Covid-19 dos jogadores, treinadores e outros membros das equipes que forem participar dos campeonatos presenciais que acontecerão no ano de 2022.

A informação foi divulgada pelo portal ge, por meio de um comunicado enviado pela Riot Games e vale para todas as modalidades. Com planos para receber os atletas de League of Legends, Valorant e Wild Rift presencialmente em seus estúdios em São Paulo, a Riot Games confirmou que exigirá a vacinação, mas que também aplicará uma série de medidas contra a Covid-19 para garantir a integridade daqueles que estarão envolvidos com os campeonatos.

“A Riot Games irá exigir que jogadores, técnicos e membros das equipes tenham esquema vacinal completo contra a Covid-19 (duas doses para as vacinas do Butantan, da Fiocruz e da Pfizer; uma dose para a vacina da Janssen) para serem inscritos e participar presencialmente de todos seus torneios brasileiro. A comprovação de esquema vacinal é uma das medidas que, em conjunto com outras medidas envolvendo testagens, sanitização de ambientes e distanciamento social, tem por objetivo trazer mais segurança e proteção a todos os envolvidos na produção e transmissão dos campeonatos, que serão realizados em instalações da Riot Games”, informou a empresa.

Não só os profissionais envolvidos nos campeonatos terão que comprovar sua vacinação, mas os fãs também. Afirmando que as informações completas estarão disponíveis em breve, a Riot deixa claro que os entusiastas que quiserem ir ao estúdio assistir todas as emoções do CBLoL presencialmente também terão que estar vacinados e afirmou que, caso seja necessário, os campeonatos podem voltar ao formato online.

“A Riot Games está monitorando os número de casos decorrentes das novas variantes, assim como das comemorações dos feriados de final de ano, e ainda poderá modificar esta decisão até o início dos campeonatos. Por ora, estão mantidos os planos de realização dos campeonatos presenciais”.