<
>

CBLoL | RED Canids supera tropeços e manda Liberty para casa

play
CBLoL | Alocs faz balanço sobre campanha da Liberty no campeonato (4:57)

Treinador também avalia o nível do torneio na primeira etapa de 2022 (4:57)

Avançando na chave inferior dos playoffs, a RED Canids superou os tropeços cometidos durante a série e ganhou da Liberty por 3 a 2


Os palcos do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL) recebeu nesse sábado (2) as equipes RED Canids e Liberty, que se colocaram frente a frente para decidir quem continua viva na corrida dos playoffs. Em confronto válido pela repescagem da reta final, a Matilha começou fria na série e tropeçou no quarto jogo, mas conseguiu impor seu ritmo para garantir a vitória por 3 a 2.

Enquanto a Liberty começou bem sua caminhada nos playoffs, deixando de lado os problemas que vinha tendo ao longo do 2º turno e encaixando uma vitória em cima da Miners, a RED Canids passou por momentos difíceis na última semana e foi jogada para a repescagem após uma vitória incisiva dos Ninjas da KaBuM no sábado (26).

No início do confronto, a Liberty se mostrou superior e parecia estar mais preparada para a série, mas viu a Matilha revidando nas duas partidas seguintes, mostrando que a equipe ainda não estava pronta para soltar o osso. O domínio completo da situação chegou no quarto confronto, onde Aegis e companhia firmaram o avanço na repescagem.

PÓS-JOGO

Depois de quase conseguir a classificação, o suporte da Liberty, Wos, respondeu às perguntas da imprensa e aproveitou para expor sua visão sobre a campanha da organização no primeiro split de 2022. “No início eu não esperava que a gente fosse tão forte, principalmente no começo. Eu imaginava que a gente ia se adaptando ao novo time e nosso foco com certeza era estar nos playoffs”.

“Mas com o desempenho que mostramos fico meio decepcionado de onde paramos. Acho que a gente podia ter ido muito mais longe”, completou Wos.

De volta ao presencial, o suporte também falou sobre a preparação da equipe para os jogos presenciais, além de como foi o pensamento da equipe durante a preparação para mostrar sua presença dentro do palco através de gritos e euforias.

“Eles serem um time emotivo é bom pra eles e a gente ser um time calmo é bom pra nós. Inclusive, tivemos uma conversa sobre se íamos tentar gritar contra eles ou algo do tipo, e chegamos ao consenso de que a gente ia jogar calmo. Faz dois anos que a gente não joga no stage, não gritamos faz dois anos”, observa.

“Eles estão gritando a dois anos mesmo jogando de casa, então eles estão acostumados a esse cenário e a gente não. Não importava o que eles estavam gritando ali, a gente tava focando no nosso e ignorando as vozes”.

Em seguida, Titan apareceu pela Matilha para falar sobre os tropeços da equipe nos últimos confrontos e também aproveitou para avaliar como a vitória da RED afeta a equipe.

“Nós estávamos tendo muita dificuldade com os detalhes. A gente veio mostrando isso nos nossos jogos, não estávamos com o nível tão acima do que a gente esperava, principalmente depois de voltar do mundial”, fala o atirador da Matilha.

“Me preocupou a situação de que a gente talvez não pudesse lidar com os nossos problemas. Foram tantos problemas um atrás do outro e as coisas não dando certo de jeito algum, mesmo a gente tentando muito [...] O resultado não tava vindo e os treinos também não tavam dando bom, eu tava me sentindo muito mal com isso. Com certeza essa vitória é muito importante, nossa confiança aumenta”, adiciona.

Já o mid laner Grevthar falou sobre as expectativas para o jogo contra a FURIA no próximo sábado: “São boas. Os jogos que eles apresentaram, contra a paiN em específico, as vitórias foram muito mais demérito da paiN - e claro que eles tiveram os acertos deles -, mas tinham jogos que a paiN tinha muita vantagem e eles entregavam”.

“A FURIA vem ‘baqueando’ no campeonato, entre os quatro, a gente, paiN, KaBuM e eles mesmos considero eles os mais fracos. Eles tem jogadores muito bons individualmente, mas o coletivo não tá encaixando, enquanto a gente tem um individual muito forte e nosso coletivo está acertando. Estamos nos encontrando”, diz Grevthar.

OS PLAYOFFS

Os jogos da reta final do CBLoL continuam nesse domingo e também no próximo fim de semana. No domingo (3), paiN Gaming e KaBuM se enfrentam na parte de cima da tabela valendo vaga na grande final do campeonato e enviando a perdedora para a final da repescagem.

No próximo fim de semana, a FURIA enfrenta a RED Canids e a vencedora do confronto avança na repescagem para enfrentar a equipe que perder o confronto entre paiN e KaBuM. Os jogos do CBLoL estão acontecendo de forma presencial nos estúdios da Riot Games, em São Paulo.