<
>

CBLoL | 'Não achei que fossemos perder', crava Maestro após derrota para paiN Gaming

play
CBLoL | Dionrray e Maestro observam o momento atual da paiN e da FURIA (11:33)

Os treinadores das equipes também falam sobre atender expectativas e os confrontos na Fase Regular (11:33)

Com a vitória em cima da FURIA, a paiN Gaming avança pela chave superior dos playoffs do CBLoL e encontra a KaBuM Esports no sábado (9)


Neste domingo (27), enquanto a LOUD levantava o troféu de campeã da primeira etapa do VALORANT Challengers Brazil, no estúdio ao lado paiN Gaming e FURIA colocaram-se frente a frente pelos playoffs do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL). Disputando o avanço pela chave superior da reta final, apesar do vislumbre de uma virada por parte da FURIA, os Tradicionais mantiveram a resiliência e viraram o placar para encaixar a vitória na série melhor de cinco.

O encontro entre as equipes aconteceu diretamente dos estúdios da Riot Games, em São Paulo, e trouxe duas equipes em momentos diferentes. De um lado a FURIA chegou cheia de hype, carregando a alcunha de “Super FURIA” mas apresentando altos e baixos nas últimas semanas da Fase Regular.

Do outro a paiN Gaming chegou como os renegados, apresentando um começo ruim de campeonato mas crescendo ao longo das semanas e chegando aos playoffs sendo considerada pelas equipes como uma das mais perigosas nessa fase final do campeonato.

Apesar de começar a série impondo seu estilo de jogo, os Tradicionais não conseguiram manter o ritmo e acabaram tendo dificuldades em capitalizar as vantagens alcançadas. Dando chances para os Panteras virarem a série ao vê-los ganhar o segundo e terceiro jogo, a equipe acabou saindo por cima da FURIA ao agarrar a vitória no quarto e quinto, concretizando seu avanço pela chave superior e enviando a FURIA para a repescagem.

PÓS-JOGO

Apesar da vitória contra os furiosos, a caminha da paiN Gaming não foi fácil ao terminar a série em um 3 a 2 que poderia ter sido levado por qualquer uma das equipes. Enfrentando dificuldades para agarrar a vitória em alguns dos jogos seguintes à sua vitória no primeiro jogo, a equipe segurou o coração e decidiu a série na última partida. O suporte Damage refletiu sobre o que afetou a equipe nesse momento.

“Nosso early game estava bom nos três primeiros jogos, tínhamos vantagem, controlamos bem o mapa e garantimos objetivos, mas acho que pecamos na hora de fechar o jogo. Senti que demos uma ‘bambeada’ e demos janelas que normalmente não damos para o time inimigo, acabou acontecendo durante a série”, disse o jogador.

“Talvez por estar gritando muito no palco acabamos desconcentrando um pouco, mas a gente sentiu que estávamos jogando melhor, era só concentrar e ganhar”, completou.

Manter o psicológico forte, principalmente depois da guinada da equipe - que garantiu a presença dela nas finais da chave superior -, não é algo fácil. O treinador Dionrray aproveitou para explicar como é a preparação da equipe no quesito psicológico para manter a resiliência.

“De fato isso é algo que a gente presta atenção, principalmente a staff. Por mais que o trabalho tenha que ser contínuo e devemos continuar evoluindo, ainda temos um bom tempo entre cada série para a final do CBLoL - que é o nosso objetivo -, então ao passo que temos que manter o trabalho também não podemos trabalhar demais para acabar não tendo burnout ou um estresse além do necessário. É muito importante dosar treinos, estudos, descansos, etc”, comentou o treinador da paiN.

Enfrentando cinco jogos cansativos, o treinador dos Panteras, Maestro, fala sobre se a série afetou a equipe da FURIA: “Pra uma série longa sempre temos que vir preparados para jogar os cinco jogos, não dá pra vir pra jogar apenas três. O cansaço afeta os dois times de maneira igual, já estávamos preparados para isso. Acho que o que mais afetou o time foi essa falta de claridade sobre como dominar e terminar os jogos”.

“O último foi nosso melhor jogo talvez e, particularmente, não achei que fossemos perder. Mesmo assim não conseguimos ganhar e isso mostra que realmente a gente não tava preparado. O cansaço da melhor de cinco afetou os times de maneira igual, chegamos ao quinto jogo em condições iguais”.

OS PLAYOFFS

Os jogos da reta final do CBLoL continuam no próximo fim de semana. No sábado (2), a RED Canids encontrará a Liberty na repescagem em um tudo ou nada para manter o sonho de levantar a taça vivo. Já no domingo (3), acontece mais uma partida da repescagem onde a vencedora do jogo de sábado disputa a permanência nos playoffs contra a FURIA.