<
>

Por que Cam Newton ainda não achou um outro time na NFL?

play
Na presença do preparador dos Panthers, Paulo Antunes provoca momento engraçado e começa a treinar durante o League (0:27)

Comentarista dos canais ESPN fez exercícios com elástico e Ale Oliveira, preparador de Carolina, aprovou (0:27)

Havia razões legítimas para que isso acontecesse, mas se você ficou surpreso com a decisão do Carolina Panthers de dispensar o quarterback Cam Newton em março, você certamente está surpreso que ele ainda não tenha um novo time.

Newton completou 31 anos nesta segunda-feira, que não é, de forma alguma, uma idade ruim para um QB na NFL. Cam Newton já foi MVP da liga, levou o seu time para o Super Bowl e, apenas dois anos atrás, estava tendo uma das melhores temporadas de sua carreira antes de ter lesões no ombro e nos pés. Só pelo currículo, ele seria um upgrade para, pelo menos, metade dos times das NFL na posição de quarterback.

Mas fato é que Cam Newton segue desempregado, e nenhum time demonstrou interesse em contar com ele ainda. Jameis Winston, dispensado pelos Buccaneers após a contratação de Tom Brady, será o reserva de Drew Brees nos Saints. Andy Dalton, dispensado pelos Bengals, que draftaram Joe Burrow, assinou contrato com os Cowboys para ser o reserva de Dak Prescott. Brian Hoyer (New England), Nick Foles (Chicago) e Kyle Allen (Washington) estão entre os QBs que já foram contratados para a próxima temporada.

Não faria sentido você colocar fazer uma lista das habilidades dele e outra com os times que poderiam se beneficiar de sua contratação. Ele é o rei do baile de formatura que, de repente, não consegue um encontro. A Ferrari que ficou na garagem enquanto todos andam de Ford. Se você fosse os Bears, os Jaguars, ou literalmente qualquer time da AFC Leste, como conseguiria olhar para o seu quarterback e pensar que Cam Newton não te ajudaria?

A resposta, é claro, é que é mais complicada que isso.

Se o Cam Newton de 2015 tivesse sido dispensado pelos Panthers nesta temporada, ele teria outra casa em menos de um minuto, um contrato recorde para um QB. Mas não estamos em 2015, e os problemas que impedem Newton de assinar com um novo time variam muito:


Uma offseason complicada por conta de lesões

play
1:27

Brasileiro dos Panthers revela comprometimento de Cam Newton: 'Ele está sempre competindo com alguém ou consigo mesmo'

Ale Oliveira, preparador de Carolina, conviveu com o quarterback, que hoje não faz mais parte do elenco

Uma das questões citadas pelas equipes ao discutir a contratação de Cam Newton é que não há como saber que tipo de jogador eles estariam contratando. Estamos falando de alguém com tantas cirurgias quanto jogos disputados nos últimos 16 meses. Quando as equipes consideram os jogadores que fizeram cirurgias recentemente, os exames físicos se tornam importantíssimos. Em um caso como o de Newton, quando você está falando de um quarterback que sofreu 317 pauladas a mais do que qualquer outro desde 2011, as equipes não ficarão satisfeitas com vídeos de exercícios. Eles vão querer que os médicos em que confiam, os médicos que estão pagando, o examinem eles próprios. Na situação que estamos vivendo, com as restrições da NFL em relação ao coronavírus, os exames físicos não podem acontecer ainda.

"Você certamente não vai contratá-lo por contratar", disse um funcionário da NFL sobre Newton. "Estamos falando de um QB que teve uma lesão no ombro, certo?"

Bem, talvez. A cirurgia no ombro que ele fez após a temporada de 2018 foi a segunda em dois anos, mas os Panthers continuaram dizendo a todos durante todo o ano de 2019 que o pé esquerdo era o problema - ele fez uma cirurgia em dezembro. Isso lhe custou praticamente toda a temporada. Correr sempre foi uma parte vital do jogo de Newton. Nenhum quarterback da história da NFL tem mais jogos com um touchdown corrido e um touchdown passado do que Newton (39). Se o pé estiver machucado, é lógico que ele não será o mesmo jogador.

"É parte do que faz o Cam ser o Cam ", disse um membro de uma equipe da NFL que esteve no mercado dos quarterbacks veteranos nesta temporada, “é que ele é um baita atleta”.

Ele ainda é? E se não, que tipo de contrato as equipes dariam a ele? Um Cam Newton saudável oferece muito como passador, mas as equipes ainda querem que seus próprios médicos vejam esse ombro. E mesmo que o ombro esteja bem e ele não consiga correr como costumava, não estamos mais falando do melhor Cam Newton. Quando você olha para esses termos, fica um pouco mais fácil descobrir por que uma equipe pode preferir um Winston ou um Dalton como reserva - especialmente nos preços pelos quais os dois assinaram.

O que nos leva a ...

Que tipo de contrato Cam Newton receberia?

A última extensão de contrato de Newton com os Panthers, assinada em 2015, foi um contrato de cinco anos no valor de US $ 103 milhões. Parecia grande na época, mas, para os padrões de hoje, a média de US $ 20,6 milhões por ano é mais do que razoável para um quarterback titular - especialmente aquele que ganharia o prêmio MVP alguns meses depois de assinar o contrato, como foi o caso de Cam Newton. A razão pela qual os Panthers o dispensaram não foi puramente financeira. Ele teria custado US $ 19,1 milhões em salário e teria um impacto de US $ 21,1 milhões no teto salarial deste ano: uma pechincha para um Cam Newton de 31 anos, se ele estiver saudável. Os Panthers seguiram em frente porque, como já discutimos, eles não tinham certeza de que ele estaria saudável e porque estavam reformulando as coisas sob o comando do novo treinador Matt Rhule.

O substituto de Newton, Teddy Bridgewater, assinou por três anos e US $ 63 milhões, com US $ 33 milhões garantidos. Neste ponto, embora ele seja muito mais talentoso que Bridgewater, Newton teria que se considerar extraordinariamente sortudo para conseguir um acordo semelhante. Dadas as questões sobre lesões, ele não tem chance de receber os US $ 25 milhões por ano que Brady e Philip Rivers receberam. E esqueça os US $ 91 milhões em garantias que os Titans deram a Ryan Tannehill. Nenhum quarterback contratado neste momento receberá essas cifras.

Há uma narrativa de que os Panthers prejudicaram Newton ao dispensá-lo quando o fizeram – segurando no começo, quando os times estavam buscando seus QBs e apenas dispensando-o depois das restrições impostas pela pandemia. Mas os membros da liga contestam essa ideia, dizendo que era fácil prever que Cam Newton estaria disponível com base nos valores, nas questões de saúde e nas mudanças significativas da equipe técnica na Carolina. Seu contrato teria sido muito menos oneroso financeiramente do que o contrato de Nick Foles. Não existe a possibilidade de os Bears terem trocado por Foles e, uma semana depois, terem se arrependido por não esperarem por Cam Newton. As equipes sabiam que Newton era uma opção fizeram outras escolhas.

E o mercado dos QBs reservas, mesmo para veteranos, esteve presente em todos os lugares do mapa nesta offseason. Marcus Mariota tem $ 7,5 milhões garantidos para ser reserva (ou competir com?) Derek Carr em Las Vegas. Winston tem US $ 1,1 milhão garantido para ser o reserva de Brees. Dalton recebeu US $ 3 milhões para ser reserva de Prescott. Todos esses caras podem ganhar mais, dependendo do quanto eles realmente jogam e do desempenho da equipe, mas a variedade de acordos indica que o contrato apropriado para um quarterback veterano que procura recuperar seu espaço na liga é um alvo em movimento.

Além disso, as equipes nem sequer sabem o quanto Newton iria querer um trabalho de quarterback reserva. O que nos leva a ...

Cam Newton aceitaria ser reserva?

Uma grande parte do problema atual de Newton é que a liga está passando por uma reviravolta muito grande na questão da oferta e da demanda dos QBs. Parece que apenas alguns anos atrás estávamos escrevendo matérias sobre a falta de quarterbacks. Agora, depois que 17 equipes draftaram 18 QBs na primeira rodada nos últimos cinco anos, praticamente todas as equipes sentem como se tivessem o seu cara. Não havia muitos times com titularidade disponível, e agora há menos ainda.

Houve alguma especulação sobre a ida de Cam Newton para os Chargers, mas eles confiam em Tyrod Taylor e draftaram Justin Herbert com a sexta escolha. Washington fazia algum sentido, dado que o ex-técnico dos Panthers, Ron Rivera, está lá agora. Mas os Redskins draftaram Dwayne Haskins e contrataram Allen para ser seu reserva. Os Patriots dizem que estão confiantes em Jarrett Stidham e, a partir de agora, não têm espaço para Newton. Como sempre, as coisas podem mudar em New England, mas os Patriots não estão buscando isso agora. Jacksonville quer dar uma chance real a Gardner Minshew, mas essa é outra equipe a observar, caso as coisas não funcionem com a escolha da sexta rodada em 2019.

Neste ponto, não há uma equipe óbvia que contrataria Cam Newton e o colocaria como titular absoluto. E trazer Newton como reserva não é tão fácil quanto parece, dada a maneira como muitas equipes da NFL ainda veem esse papel.

Por exemplo: Newton caberia em Buffalo, onde o QB titular, Josh Allen, é um quarterback grande e móvel. Mas contratar Newton para fazer sombra em um cara que ainda está se acostumando com a NFL cria alguns problemas que as organizações temem. Não estou dizendo que este é especificamente o caso em Buffalo, mas estou apenas usando a equipe como um exemplo hipotético: contratar Newton como o reserva de Allen, e não importa o que você vai dizer publicamente, você está criando uma situação difícil para a sua escolha de primeiro round. Toda vez que ele jogar mal, você terá que lidar com protestos da torcida (e possivelmente do seu próprio vestiário ou equipe técnica) para que Cam se torne o titular. Se você está desenvolvendo um jovem quarterback, as equipes acreditam que essa não é necessariamente a melhor maneira de mostrar que você o apoia.

O mesmo pode ser dito de lugares como Denver, Cincinnati, Miami, Arizona, Nova York e Washington, onde as equipes estão querendo criar a situação mais tranquila possível para o sucesso de seus jovens quarterbacks. Ainda existe como um obstáculo em situações como essa. Se Newton vai conseguir um trabalho como reserva agora, provavelmente será em uma equipe que tem um QB bem definido, como foi o caso de Winston em New Orleans. Então ...

O que acontece agora?

A sensação entre as pessoas próximas a essa situação é que Cam Newton não tem pressa. Sua melhor aposta neste momento é provavelmente esperar e ver se a situação muda, seja por causa de uma lesão ou porque o Plano A não parece estar dando certo. Por conta da falta de treinos para participar, não há necessidade de ter pressa para assinar com um time agora. Qualquer que seja a necessidade de quarterbacks reservas na NFL, isso não vai diminuir muito daqui a alguns meses e, se ele esperar, pode acabar tendo chances como titular.

Onde isso fica interessante é se a temporada começar e ele ainda não tiver um time. Newton, que ganhou mais de US $ 120 milhões em salário em sua carreira, fica em casa durante a parte da temporada regular – ou por sua totalidade – enquanto espera uma equipe dar a ele o acordo que ele quer? Ou ele engole seco e aceita um trabalho de reserva?

O que está claro é que o cenário para Newton é muito diferente daquele que ele poderia esperar quando os Panthers o colocaram no mercado. E até que esse cenário mude, nós – e ele – continuaremos maravilhados com o fato de um quarterback tão talentoso e vencedor como ele não conseguir encontrar um emprego.