<
>

NFL: Marshawn Lynch revela conversa para voltar aos Seahawks

play
Brasileiro dos Panthers revela comprometimento de Cam Newton: 'Ele está sempre competindo com alguém ou consigo mesmo' (1:27)

Ale Oliveira, preparador de Carolina, conviveu com o quarterback, que hoje não faz mais parte do elenco (1:27)

O running Back Marshawn Lynch, que hoje é agente livre, revelou que seu empresário esteve em discussões com o Seattle Seahawks, seu ex-time, sobre um possível retorno.

"Bem, é quase como 'esperar o inesperado'", disse Lynch a Scott Van Pelt, da ESPN, na última segunda-feira (4), quando perguntado sobre seu futuro. "Mas até agora, o que eu sei é que eu vou mantê-lo sólido. Meu agente [Doug Hendrickson] está conversando com Seattle, então, como eu disse, vamos ver o que acontece. Se funcionar e eu voltar, é o que é. E se não, eu estou bem. Então, eu realmente não estou viajando muito [na ideia]”.

Lynch, que completou 34 anos em abril, retornou da aposentadoria pela segunda vez antes da semana 17 da temporada passada para se juntar aos Seahawks depois dos desfalques causados na equipe por lesões. Em três jogos - o último da temporada regular, mais a disputa de wild-card e a primeira rodada divisional - Lynch carregou a bola em 30 oportunidades, correu para 67 jardas e anotou quatro touchdowns. Ele não havia jogado por 14 meses até então.

Acredita-se que os Seahawks estejam em busca de outro veterano na posição de running back, com o titular Chris Carson e Rashaad Penny, primeira escolha da franquia no draft de 2018, retornando da lista dos contundidos. Espera-se que Carson (quadril) esteja pronto na primeira semana, mas o gerente geral John Schneider reiterou recentemente que a recuperação de Penny de uma cirurgia no joelho pode afastá-lo do início da temporada.

Os outros jogadores da posição do elenco de Seattle são DeeJay Dallas, novato escolhido na quarta rodada do último draft, o segundanista Travis Homer e dois novatos não draftados: Anthony Jones e Patrick Carr.

C.J. Prosise e Robert Turbin também são agentes livres que jogaram com os Seahawks no ano passado. Alex Collins é outro veterano em quem a equipe demonstrou interesse.

Com base no tempo de Lynch na NFL, ele ganharia pelo menos 1,05 milhão de dólares (cerca de R$ 5.780.000 na cotação desta terça-feira) em salário-base se atuar em 2020.

Lynch recentemente distribuiu máscaras faciais "Beast Mode”, sua frase de efeito, em sua cidade natal, Oakland, Califórnia. A partir do mês passado, seis condados da área da baía exigiram que os moradores usassem coberturas ou máscaras em público para ajudar a reduzir a propagação do coronavírus.