<
>

Carolina Panthers dispensa Cam Newton, MVP da NFL em 2015

play
Na NFL, atual dono da camisa 12 do novo time de Brady responde sobre ceder o número: 'Se ele quiser abrir mão, perfeito' (1:08)

Chris Godwin, recebedor do Tampa Bay Buccaneers, disse que renunciaria o número 12 pelo quarterback (1:08)

O Carolina Panthers oficialmente dispensou Cam Newton na tarde desta terça-feira (24). O corte veio após a contratação do quarterback Teddy Bridgewater, que jogou a última temporada pelo New Orleans Saints.

Os Panthers terão US$ 2 milhões (R$ 10,2 milhões) presos no CAP Space provenientes do corte de Cam Newton, mas economizarão com o gasto salarial do quarterback.

Em 2019, Cam Newton jogou apenas duas partidas, sofrendo com uma grave lesão no ombro, que o tirou da temporada. Nos dois jogos ele não conseguiu marcar um touchdown.

Cam Newton fez história na temporada de 2015, sendo nomeado o MVP da NFL e vencendo o prêmio de melhor jogador ofensivo. Naquele ano, ele liderou os Panthers ao título da NFC, e acabou sendo derrotado pelo Denver Broncos no Super Bowl 50, por 24 a 10. O quarterback se tornou o primeiro jogador a registrar 35 touchdowns aéreos e 10 corridos em uma única temporada, além de ser o primeiro com 4,000 jardas passadas e 500 jardas terrestres.

Newton foi a primeira escolha do Draft de 2011, e termina seu período em Carolina como o líder da franquia em jardas aéreas (29,041), touchdowns aéreos (182), passes tentados (3,980), passes certos (2,371), TDs corridos (58) e vitórias como quarterback (68). Em sua passagem em Carolina, o QB jogou 125 partidas, vencendo 68, perdendo 55 e empatando uma.

A franquia também anunciou nesta terça-feira a contratação do wide receiver Robby Anderson, que estava no New York Jets na última temporada. O recebedor assinará um contrato de 2 anos e US$ 20 milhões (R$ 101,7 milhões).