<
>

Playoffs da NFL: a história por trás das 10 melhores jogadas de todos os tempos

play
Lamar Jackson responde pergunta de Curti sobre ano de MVP na NFL: 'Tenho coisas a melhorar' (1:12)

Jogador teve ano incrível pelos Ravens (1:12)

Elas provocam prazer e consternação, dependendo de onde reside o torcedor, é claro. Mas elas nunca decepcionam. Não quando você leva em conta a pura loucura e, bem, a sorte envolvida. São as melhores jogadas de pós-temporada da história da NFL, votadas por um painel de especialistas da ESPN que cobrem a liga.

As jogadas clássicas estão aqui, desde a Recepção Imaculada até 'The Catch'. Uma safra mais recente, como O Milagre de Minneapolis também está representada.

Nosso painel de especialistas da NFL classificou as melhores jogadas de pós-temporada da era do Super Bowl. Por si só, é difícil argumentar com o fator "uau" de cada uma. Mas quando você se aprofunda, vê como a história da NFL mudou por conta de cada uma dessas jogadas. De fato, essas jogadas ajudaram a lançar dinastias e apressaram o declínio. Então, vamos mergulhar fundo, a água está boa ... a menos que sua equipe esteja do outro lado de uma das 10 melhores jogadas da história dos playoffs da NFL.

1. 'Recepção Imaculada'

Jogo: divisional da AFC entre Pittsburgh Steelers e Oakland Raiders

Data: 23 de dezembro de 1972

Situação: os Steelers perdiam para os Raiders por um ponto. 4ª-para-10 na linha de 40 do seu próprio campo, com 22 segundos restantes.

Resultado da jogada: Franco Harris recebeu o passe de Terry Bradshaw, avançou 60 jardas e marcou o TD.

Placar final: Steelers 13, Raiders 7

O que essa jogada significa para a história da NFL: em Pittsburgh, é o equivalente a uma experiência religiosa. Em Oakland, isso é visto como algo mais sinistro - a "Decepção Imaculada". O running back John "Frenchy" Fuqua tocou na bola primeiro, ou foi o safety Jack Tatum? (As regras da época estipulavam que apenas o primeiro jogador ofensivo a tocar em um passe podia pegá-lo.) A bola tocou o gramado do Three Rivers Stadium antes de Harris ganhar a posse? A fita do jogo foi mais explorada que o filme Zapruder e ainda não há respostas claras. A primeira vitória nos playoffs de Pittsburgh não significou nada na semana seguinte, pois os Steelers acabaram perdendo para os Dolphins. Mas da perspectiva de Pittsburgh, que tem uma estátua de Harris fazendo a recepção em seu aeroporto, a jogada ajudou a lançar uma dinastia, já que os Steelers venceriam quatro Super Bowls em seis anos, começando na temporada de 1974. Harris ainda liga para Villapiano todo dia 23 de dezembro para perguntar o que ele estava fazendo naquele dia em 1972.


2. 'The Catch'

Jogo: final da AFC entre San Francisco 49ers e Dallas Cowboys

Data: 10 de janeiro de 1982

Situação: os Cowboys estavam seis pontos na frente, 3ª-para-3 na linha de seis jardas do campo dos Cowboys, com 58 segundos restantes.

Resultado da jogada: Dwight Clark recebeu o passe de Joe Montana e marcou o touchdown

Placar final: 49ers 28, Cowboys 27

O que essa jogada significa para a história da NFL: Clark descendo do céu em frente a um desamparado Everson Walls, depois que Montana havia enganado os defensores Ed "Too Tall" Jones, D.D. Lewis e Larry Bethea foi mais do que uma passagem da tocha (Dallas havia eliminado San Francisco dos playoffs três vezes consecutivas no início dos anos 1970). 'The Catch' também deu um impulso aos Niners como a equipe dos anos 80. Mas lembre-se, se não fosse por pelo tackle pelo colarinho de Eric Wright para cima de Drew Pearson, na posse de posse de bola dos Cowboys, The Catch seria uma nota de rodapé e os Cowboys teriam enfrentado os Bengals no Super Bowl XVI . Em vez disso, o ataque West Coast dos Niners se tornou histórico e Montana virou Joe Cool.


3. QB Sneak no 'Ice Bowl'

Jogo: final da NFC entre Green Bay Packers e Dallas Cowboys

Data: 31 de dezembro de 1967

Situação: os Cowboys estavam três pontos na frente, 3ª-para-TD na linha de uma arda do campo dos Cowboys, com 8 segundos restantes

Resultado da jogada: Bart Starr conseguiu a jarda e anotou o touchdown

Placar final: Packers 21, Cowboys 17

O que essa jogada significa para a história da NFL: tornou o QB sneak mais do que legal; tornou, bem, icônico. Claro, os Packers ainda tinham mais um jogo para disputar, contra o campeão da AFL Raiders no Super Bowl II, mas na época, vencer o jogo pelo título da NFL era o mais importante. E vencer os Cowboys pela segunda temporada consecutiva no jogo que valia o título da NFL? Que tal os Packers?


4. 'The Helmet Catch'

Jogo: Super Bowl XLII entre New York Giants e New England Patriots

Data: 3 de fevereiro de 2008

Situação: os Giants perdiam por quatro pontos, 3ª-para-5 da linha de 44 jardas do seu campo, com 1:16 restantes

Resultado da jogada: David Tyree recebe um passe de 33 jardas de Eli Manning

Placar final: Giants 17, Patriots 14

O que essa jogada significa para a história da NFL: a recepção final da carreira de Tyree - uma jogada após Asante Samuel dropar a interceptação que mataria o jogo - manteve viva a improvável vitória dos Giants e permitiu que os invictos Dolphins de 1972 estourassem algumas rolhas. Sim, os Giants vencendo os Patriots encerrou a temporada épica de New England, em que venceram seus primeiros 18 jogos antes de perder no Super Bowl. Manning, que quase foi sacado três vezes na jogada, considerou essa a jogada "mais sortuda" da história da NFL.


5. 'Hail Mary'

Jogo: divisional da NFC entre Dallas Cowboys e Minnesota Vikings

Data: 28 de dezembro de 1975

Situação: Vikings lideravam por quatro pontos, bola na linha de 50 jardas, com 32 segundos restantes

Resultado da jogada: Drew Pearson recebeu o passe de Roger Staubach e anotou o touchdown

Placar final: Cowboys 17, Vikings 14

O que essa jogada significa para a história da NFL: sim, o termo Hail Mary (tradução:"Ave Maria") para descrever um passe longo no final da partida existia desde os anos 30, mas tornou-se tão comum quanto o termo "America's Team" depois que Staubach encontrou Pearson na frente de Nate Wright dentro da linha de 5 jardas. A vitória de Dallas não permitiu uma revanche em potencial do Super Bowl IX, no qual os Vikings caíram diante dos Steelers. Em vez disso, os Cowboys foram para Los Angeles, venceram os Rams pelo título da NFC e depois foram as vítimas dos Steelers no Super Bowl X. E o passe Hail Mary não é mais uma novidade; equipes agora planejam isso, tanto no ataque quanto na defesa ... apenas por precaução.


6. 'Music City Miracle'

Jogo: Wild-card da AFC entre Tennessee Titans e Buffalo Bills

Data: 8 de janeiro de 2000

Situação: Titans perdiam para os Bills por um ponto com 16 segundos no relógio e estavam recebendo um kickoff

Resultado da jogada: Kevin Dyson anota o touchdown

Placar final: Titans 22, Bills 16

O que essa jogada significa para a história da NFL: quão perto de ser para frente foi o passe de Frank Wycheck para Dyson, o que anularia toda a jogada? Digamos apenas que estava mais próximo do que o field goal perdido de Scott Norwood no final do Super Bowl XXV, nove anos antes. Os Titans iriam aos playoffs cinco vezes nos próximos nove anos, incluindo o jogo do título da AFC em 2002, enquanto os Bills não voltariam aos playoffs até a temporada de 2017. Talvez os Jaguars de 1999 sentissem a dor dessa jogada mais do que qualquer outro time que não os Bills, já que Jacksonville perdeu apenas três jogos naquela temporada - todos para os Titans, inclusive na final da AFC.


7. A interceptação de Malcolm Butler

Jogo: Super Bowl XLIX entre New England Patriots e Seattle Seahawks

Data: 1° de fevereiro de 2015

Situação: Patriots tinham quatro pontos de vantagem com 23 segundos restantes, e Seattle estava na linha de uma jarda.

Resultado da jogada: Butler intercepta o passe de Russell Wilson na end zone

Placar final: Patriots 28, Seahawks 24

O que essa jogada significa para a história da NFL: as teorias da conspiração são muitas, como os Seahawks queriam que Wilson fosse o MVP do jogo com um touchdown no fim, em vez de correr com Marshawn Lynch. Ou talvez o técnico Pete Carroll só tenha dificuldade em situações de curta distância (veja: USC vs. Texas para o título nacional de 2004 com Reggie Bush inexplicavelmente fora de campo). De qualquer forma, a escolha impediu Seattle de títulos consecutivos no Super Bowl e apressou a aposentadoria frustrada de um ano de Lynch, um ano depois. Para New England, deu nova vida à dinastia dos Patriots, pois eles jogariam em três dos quatro Super Bowls seguintes, vencendo dois. E talvez eles ganhassem todos os três se Butler não estivesse no banco de reservas contra os Eagles.


8. 'Mar de mãos'

Jogo: divisional da AFC entre Oakland Raiders e Miami Dolphins

Data: 21 de dezembro de 1974

Situação: Raiders estavam atrás por cinco pontos, 1ª-para-TD na linha de 8 jardas do campo dos Dolphins, com 21 segundos restantes

Resultado da jogada: Ken Stabler encontra Clarence Davis para um TD

Placar final: Raiders 28, Dolphins 26

O que essa jogada significa para a história da NFL: Stabler quase caindo e achando Davis entre três defensores dos Dolphins impediu que Miami fosse para o quarto Super Bowl consecutivo. "Alguém tinha que parar os Dolphins", disse o linebacker Phil Villapiano. Mas os Raiders acabaram perdendo para os Steelers, que venceriam quatro títulos em seis anos. Oakland finalmente conseguiria um título em 1976, e os Dolphins nunca mais venceram.


9. A recepção de Santonio Holmes

Jogo: Super Bowl XLIII entre Arizona Cardinals e Pittsburgh Steelers

Data: 1° de fevereiro de 2009

Situação: os Steelers perdiam por três pontos, 2ª-para-TD na linha de 6 jardas, com 41 segundos restantes

Resultado da jogada: Ben Roethlisberger conecta Santonio Holmes para o touchdown

Placar final: Steelers 27, Cardinals 23

O que essa jogada significa para a história da NFL: a recepção de Santonio Holmes no canto direito superior da end zone após Big Ben prolongar a jogada e evitar o sack tornou dos Steelers o único time com seis anéis de campeão do Super Bowl, e Mike Tomlin se tornou o segundo técnico afro-americano a conquistar o título. Pittsburgh voltaria ao Super Bowl dois anos depois, mas perderia para os Packers. Os Cardinals não chegaram no jogo mais importante do calendário da NFL desde então.


10. O Milagre de Minneapolis

Jogo: divisional da NFC entre New Orleans Saints e Minnesota Vikings

Data: 14 de janeiro de 2018

Situação: os Vikings perdiam por um ponto, com 9 segundos no relógio, em uma 3ª-para-10 na sua própria linha de 39.

Resultado da jogada: Stefon Diggs recebe um touchdown de 61 jardas após passe de Case Keenum

Placar final: Vikings 29, Saints 24

O que essa jogada significa para a história da NFL: por si só, a jogada foi incrível - o primeiro touchdown no estouro do cronômetro do quarto período na história dos playoffs da NFL. O defensor Marcus Williams inexplicavelmente hesitou e Diggs e levou os Vikings para a final de conferência, onde foram derrotados pelos Eagles. Na verdade, essa jogada tirou nossas chances de um potencial Super Bowl entre Drew Brees e Tom Brady, que ainda não foi concretizado.