<
>

NFL investiga Patriots por supostamente espiarem jogadas dos Bengals durante partida

O técnico do Cincinnati Bengals, Zac Taylor, disse na segunda-feira que a NFL está investigando um incidente envolvendo uma equipe de vídeo do New England Patriots gravando a partida de domingo dos Bengals contra o Cleveland Browns de uma tribuna de imprensa.

A equipe dos Patriots estava credenciada pelos Browns para fazer imagens para um vídeo especial na tribuna de imprensa e o assessor de imprensa de Cleveland estava ciente, segundo uma fonte disse ao repórter da ESPN Adam Schefter.

Taylor foi perguntado nesta segunda sobre os rumores de que os Patriots tinham um cinegrafista na tribuna de imprensa trabalhando com um olheiro que está gravando vídeos da lateral de campo dos Bengals para potencialmente pegar informações avançadas sobre o playbook

“Eu estou ciente deste incidente. Mas sei que a liga está investigando, então não tenho comentários para fazer”, respondeu Taylor.

O incidente em questão envolvia um olheiro dos Patriots sendo filmado enquanto trabalhar para o vídeo especial do time chamado “Do Your Job”, segundo a fonte. Um membro dos Bengals viu os funcionários de New England e alertou a liga.

Em entrevista nesta segunda-feira, Bill Belichick negou que tenha qualquer envolvimento com o caso.

"Eu ouvi falar sobre isso e evidentemente é nossa equipe de produção de TV que estava lá e eu não tenho nada a ver, nós não temos nada a ver com o que eles filmam lá".

O histórico de investigações por espionagem dos Patriots de Bill Belichick é vasto. Em 2007, a equipe foi punida pela NFL no “Spygate” em US$ 250 mil, enquanto o técnico foi multado em US$ 500 mil, por gravar em vídeo as chamadas defensivas dos Jets durante uma partida.

Em 2015, o “deflategate” surgiu tendo os Patriots como pivô novamente. Desta vez, na final da AFC contra o Indianapolis Colts, membros de New England teriam murchado as bolas de futebol americano. Tom Brady, considerado envolvido no caso, foi punido por quatro partidas.

Os Patriots (10-3) enfrentam os Bengals (1-12) no próximo domingo.