<
>

NFL: Cam Newton pede, e Panthers contratam preparador físico brasileiro

O Brasil tem mais um representante na NFL. Enquanto Cairo Santos e Durval Queiroz treinam para se garantirem entre os 53 dos elencos de Tampa Bay Buccaneers e Miami Dolphins, respectivamente, Alessandro Oliveira foi um pedido especial de Cam Newton.

O quarterback do Carolina Panthers, eleito MVP da temporada 2015, solicitou e foi atendido pela franquia, que fez do seu preparador físico pessoal um membro da comissão técnica, sendo um dos assistentes de fisioterapia e preparação física da franquia.

Alessandro Oliveira ficará a temporada inteira no staff do Carolina Panthers. A NFL não será a primeira liga norte-americana onde ele irá trabalhar. Ele tem experiência na NBA, onde fez parte do Brooklyn Nets e Atlanta Hawks no staff do time.

"Trabalhar na NFL é muito bom, um pouco diferente da NBA. É muito bom, às vezes você para para pensar e nem caiu a ficha. É muito bom a intensidade dos treinamentos, é como se fosse um jogo. Cada momento que você tem a chance de poder ajudar o atleta, eles se sentem melhores e o agradecimento deles é muito grande. Eles valorizam muito o seu trabalho e sua ajuda", disse Oliveira, ao ESPN.com.br.

Cam Newton tem lidado com um problema no ombro do braço direito, o que usa para lançar, nas últimas temporadas. Depois de passar por cirurgia, Cam lutou contra as dores nos últimos jogos de 2018, ficando de fora das duas últimas semanas.

"As técnicas que ele está fazendo são novas e me ajudam. Eu recebo duas, às vezes três vezes, tratamentos por dia", disse o QB de Carolina, em um de seus vídeos no Youtube, onde recebe tratamento do brasileiro.

"A minha relação com o Cam é muito boa. A gente começou a trabalhar em janeiro, eu fiz a reabilitação dele no ombro. A gente começou a entrosar um pouco mais e assim foi crescendo, até que viajamos para muitos lugares juntos e ele pediu para eu vir aqui para o Carolina Panthers. Ele é um cara fantástico, treina forte todo dia. Ele vive pelo futebol americano, mas fora do campo ele é um cara do bem", explicou Oliveira.