<
>

NFL: Seahawks e Broncos se acertam em troca por Russell Wilson

play
Após o Super Bowl, qual será o futuro de Bengals e Rams? Paulo Antunes projeta 2022 dos finalistas da NFL (0:45)

Los Angeles se sagrou campeão no último domingo ao bater Cincinnati (0:45)

Negócio é um dos maiores da história da NFL


Em uma das maiores negociações da história da NFL, o Denver Broncos concordou em enviar um "pacote" significativo para o Seattle Seahawks em troca do quarterback Russell Wilson. A informação é do repórter da ESPN americana Adam Schefter.

A troca dá a Denver o quarterback que a franquia tanto buscava desde que Peyton Manning se aposentou, e dá a Seattle uma base para se reconstruir sem o seu quarterback, que levou os Seahawks ao seu único título do Super Bowl.

Como o último obstáculo para que a troca seja concluída de forma oficial, é esperado que Wilson renuncie à cláusula que o impedia de ser trocado, liberando os Seahawks para mandá-lo para Denver, encerrando assim sua histórica passagem de 10 temporadas em Seattle, que incluiu nove seleções para o Pro-Bowl, uma título do Super Bowl e mais vitórias do que qualquer quarterback já teve durante suas primeiras 10 temporadas na liga.

A aquisição de Russell Wilson pelo Denver não tem nada a ver com a decisão de Aaron Rodgers de retornar a Green Bay. O gerente geral do Denver, George Paton, iniciou negociações com Seattle para Wilson pelo menos duas semanas atrás, segundo fontes. Mas nos últimos dias, à medida que as negociações com Seattle esquentaram, ficou claro que Wilson era o Plano A dos Broncos. Broncos e Packers não discutiram uma troca de Rodgers nesta off-season, e a troca por Wilson não estava relacionada à decisão de Rodgers de permanecer em Green Bay.

Os Seahawks ouviram silenciosamente as ofertas por Wilson e receberam ligações de várias equipes. Uma fonte da liga estima que tenham sido mais de uma dúzia de equipes interessadas. Wilson sentiu que teria que seguir em frente e, se o fizesse, que fosse para uma franquia vencedora. Denver, com todas as suas peças ofensivas e defesa dura, foi quem mais o atraiu.

Denver vem tentando encontrar um quarterback desde que Manning se aposentou, assim como a organização tentou por anos encontrar um quarterbac depois que John Elway se aposentou. Agora, chega Wilson, de 33 anos.