<
>

NBA: Como troca por Anthony Davis mudou tudo para Lakers e Pelicans

À medida que o Los Angeles Lakers se aproxima do título da NBA, não há dúvida de que a troca por Anthony Davis é uma das principais razões. Tirando um jogo 3 abaixo da média no domingo, ele tem se destacado em sua primeira longa pós-temporada, fornecendo a LeBron James o tipo de suporte necessário para ganhar um título.

A ESPN transmite de forma EXCLUSIVA as Finais da NBA. Além de assistir aos jogos na ESPN e no ESPN App, você também poderá acompanhar os melhores lances com tempo real em vídeos no ESPN.com.br. O jogo 4 das Finais acontece nesta terça-feira, às 22h, com transmissão da ESPN e ESPN App

Ao mesmo tempo, o New Orleans Pelicans pode se sentir bem com o resultado da troca depois que Brandon Ingram fez a sua primeira aparição no All-Star Game e venceu o prêmio de Most Improved Player da temporada.

Com os Pelicans ainda prestes a se beneficiar de diversas de escolhas de draft que vieram da troca por Davis, vamos ver como o acordo preparou as duas equipes para esta temporada - e para o futuro.

A troca por Anthony Davis já deu certo para os Lakers

Se os Lakers conseguirem as duas vitórias necessárias para seu primeiro título desde 2010, a troca por Davis será inequivocamente uma vitória para a franquia - não importa o que aconteça no futuro.

A troca está funcionando tão bem quanto os Lakers poderiam ter esperado (e certamente melhor do que eu acreditava), mas isso não se refere apenas à qualidade de seu jogo. Sabíamos que Davis era ótimo e que ele precisava de jogadores talentosos para ter sucesso na pós-temporada. O que é diferente este ano para Davis e os Lakers é que tudo ocorreu conforme o planeado.

Primeiro, os Lakers conseguiram evitar dizimar seu elenco ao enviar três jogadores rotativos para New Orleans em troca. Isso exigiu algumas contratações caras na agência livre - principalmente ao renovar com o agente livre restrito Alex Caruso - e uma pitada de sorte.

Lembre-se, a visão dos Lakers dessa equipe tinha DeMarcus Cousins dividindo minutos no pivô com JaVale McGee, algo que nunca vimos depois que Cousins se lesionou há cerca de um ano. Quando Cousins foi obrigado a ficar de fora, os Lakers mudaram para o Plano B: trazer de volta Dwight Howard, que jogou minutos importantes durante a pós-temporada.

Além disso, os Lakers não sofreram a restrição de negociar sua escolha de primeira rodada em 2020 no prazo, após desistir de várias escolhas de primeira rodada, incluindo sua escolha de primeira rodada de 2021, na troca por Davis. Os Clippers conseguiram Marcus Morris usando sua escolha de primeira rodada em um acordo com o New York Knicks, mas os Clippers acabaram perdendo para os Nuggets antes que pudessem chegar até os Lakers.

Depois de um flerte com Darren Collison, que compareceu à derrota do Lakers para o Houston Rockets na última noite de troca, eles se contentaram com o irmão gêmeo de Marcus, Markieff Morris, que vem jogando minutos de qualidade na pós-temporada.

Em segundo lugar, e igualmente importante, LeBron provou ser capaz de oferecer um jogo de alto nível aos 35 anos, algo que não era certeza depois de sua primeira temporada marcada por lesão com o Lakers.

As preocupações com a idade e lesões de LeBron tornaram imperativo que a equipe aproveitasse a chance, em vez de esperar para potencialmente contratar Davis como um agente livre durante a off season de 2021 - uma possibilidade que teria permitido a eles reter uma boa parte dos jovens talentos e a escolha que foi para os Pelicans.

O sucesso instantâneo dos Lakers não só parece provável que vá resultar em um título, como também tira da mesa o pior cenário para uma troca por Davis: ele decidindo fugir desta off season como um agente livre, assim como Howard fez após sua primeira passagem pelo Lakers. Dependendo de como teto salarial de 2020-21 for definido, pode não fazer sentido para Davis assinar um acordo de longo prazo nesta off season, mas parece que ele certamente está em Los Angeles para ficar.

Apesar de ter outros quatro jogadores com opções, os Lakers estão bem posicionados para manter este núcleo intacto. Eles podem usar os Bird Rights para assinar novamente com Kentavious Caldwell-Pope, que emergiu como titular na pós-temporada, e teria a capacidade de oferecer a Avery Bradley até US $ 5,7 milhões se quiserem tê-lo de volta ao grupo depois de ele optou por não participar da bolha. Howard, que jogou nesta temporada com o salário mínimo de veterano, é um caso um pouco mais complicado, mas os Lakers poderiam renovar com ele.

Olhando para o futuro, os Lakers ainda podem enfrentar um ponto crucial na off season de 2021, daqui a um ano. Até agora, eles têm apenas James (que possui uma opção de jogador) sob contrato para 2021-22. Embora os salários de LeBron e AD devam engolir a grande maioria do cap salarial dos Lakers, é possível que eles olhem para a próxima off season como uma oportunidade de se livrar dos jogadores coadjuvantes mais velhos, como Danny Green, que terá 34 anos.

Gerenciar a longo prazo ainda será importante para o Lakers, que deve a New Orleans suas escolhas de primeira rodada em 2021 (top-7 protegido) e 2024 (os Pelicans podem escolher adiar a escolha para 2025, e a escolha está desprotegida), bem como uma possível troca de escolha (desprotegida) em 2023. Essas limitações tornarão mais difícil para os Lakers a incumbência de reabastecer seu elenco à medida que vai ficando mais felho. Estamos falando do time que já foi o mais velho da liga na temporada regular, ponderada pelos minutos jogados.

É claro que o que quer que essas escolhas eventualmente rendam, os Lakers certamente abririam mão de tudo outra vez para estarem em posição de ganhar o título agora.

Olho no New Orleans Pelicans

Sem dúvida, New Orleans também não se arrepende da troca de Davis. Os Pelicans conseguiram extrair quase o máximo possível dos Lakers, tornando-se um dos jovens times mais promissores da liga.

O desenvolvimento de Ingram foi crucial para os Pelicans, lhes dando uma jovem estrela de perímetro para combinar com Zion Williamson no interior. Ao melhorar dramaticamente seu chute, Ingram se tornou um pontuador muito mais eficiente em um volume ainda maior do que ele carregava em Los Angeles. Ele mais que quadruplicou suas bolas de três pontos feitas por 36 minutos enquanto ia de 33% de precisão com o Lakers para 39% em New Orleans, além de acertar 85% de seus lances livres, melhor marca da carreira.

Embora Lonzo Ball tenha tido um recomeço decepcionante na bolha quando os Pelicans ficaram aquém do esperado para o confronto de ‘mata’ na busca da pós-temporada, sua melhora ao longo da temporada como arremessador (de 31,5% em bolas de três em LA para 37,5% e acima de 50% da linha de lance livre pela primeira vez) dá a ele uma visão mais clara como um jogador de qualidade. E Josh Hart jogou minutos vindo do banco de reservas pelos Pelicans enquanto recebia a pechincha de US $ 1,9 milhão.

Ball, Hart e Ingram logo ficarão mais caros. Ingram é um agente livre restrito neste período de off season que provavelmente comandará um contrato max se os Pelicans não cuidarem dele primeiro. Ball e Hart são ambos elegíveis para extensão, embora os dois lados possam decidir esperar até a off season de 2021 para esclarecer seu valor no mercado.

Apesar dos aumentos que estão por vir, New Orleans está em uma ótima posição em termos de capitalização se Jrue Holiday for para outro lugar durante a off season de 2021, quando poderá se tornar um agente livre irrestrito. Os Pelicans poderiam dar um max a Ingram, pagar a Ball US $ 15 milhões por ano e ainda ter mais de US $ 20 milhões em espaço para adicionar ao seu núcleo jovem.

New Orleans também aproveitou a quarta escolha geral de 2019 dos Lakers para contar com um par de jogadores no draft de 2019, ficando com Jaxson Hayes (8°) e Nickeil Alexander-Walker (17°). Conforme esses jogadores crescem em funções maiores, os Pelicans vão seguir obtendo escolhas adicionais dos Lakers graças à troca por AD, lhes fornecendo um suprimento constante de jovens talentos com custo controlado ou moedas de troca valiosas.

Os Pelicans ainda precisam esperar que Zion possa se manter saudável e se desenvolver depois de ter perdido os primeiros 44 jogos de sua carreira devido a uma lesão, e eles precisam determinar o técnico certo para conduzir este grupo aos playoffs. Uma decisão sobre uma possível troca envolvendo Holiday se aproxima se ficar claro que ele não pretende renovar.

A troca de Anthony Davis permitiu que os Pelicans se reformulassem. No longo prazo, a troca oferece a New Orleans boas opções e alternativas naquele que tem tudo para ser um futuro brilhante.