<
>

Um mês para o reinício da NBA: veja como 'bolha' vai funcionar na Disney

play
'Todos os times foram prejudicados': Hofman analisa impacto da pausa na NBA (0:24)

Comentarista falou com Mariana Spinelli sobre o retorno da Liga (0:24)

Daqui um mês, o melhor basquete do mundo estará de volta.

Em 30 de julho, a NBA retoma a temporada 2019-20, parada desde 12 de março por conta da pandemia do coronavírus.

Para minimizar o contágio, a liga preparou uma forma inovadora e terá vários protocolos para que os atletas e todos envolvidos nas partidas estejam seguros.

Veja abaixo os principais pontos e perguntas sobre a "bolha" no Walt Disney Resort, em Orlando:

Como funcionará o calendário?

Em 30 de julho. E a data máxima para o encerramento da temporada será em 13 de outubro. Desta terça até dia 7 de julho, os times podem começar as atividades em seus respectivos mercados, mas de forma individual entre os atletas e com a presença dos técnicos.

Do dia 7 ao dia 9, as equipes começam a chegar em Orlando. No dia 7 viajam Nets, Nuggets, Magic, Suns, Jazz, Wizards. No dia 8 é a vez de Celtics, Mavericks, Clippers, Grizzlies, Heat, Pelicans, Thunder, Kings. E os últimos a chegarem ao Walt Disney Resort serão Rockets, Pacers, Lakers, Bucks, 76ers, Trail Blazers, Spurs, Raptors, no dia 9.

Do dia 9 ao 29, os times podem começar a treinar em grupo. Os atletas e seu staff serão testados diariamente para a COVID-19. Se alguém sair do campus da Disney, só poderá retornar após uma quarentena de 10 a 14 dias.

De 30 de julho a 14 de agosto começam os jogos da temporada regular, serão 8 para cada um dos 22 times presentes em Orlando.

Entre os dias 15 e 16 acontecerão os confrontos de repescagem pela última vaga de playoff de cada conferência, se eles forem necessários. Se o oitavo colocado tiver uma vantagem maior do que quatro jogos para o nono, eles não acontecerão.

Em 17 de agosto, começam os playoffs, normalmente em uma série melhor de sete partidas. No dia 30 de agosto, as famílias e convidados dos atletas poderão, após seguidos testes de detecção do coronavírus, ficar hospedadas nos hotéis da "bolha".

Quais times estarão em Orlando?

play
1:24

Mesmo sem Avery Bradley, Hofman vê Lakers como favoritos no retorno da NBA

Comentarista falou sobre jogadores que decidiram não voltar após a pausa

Nets, Nuggets, Magic, Suns, Jazz, Wizards, Celtics, Mavericks, Clippers, Grizzlies, Heat, Pelicans, Thunder, Kings, Rockets, Pacers, Lakers, Bucks, 76ers, Trail Blazers, Spurs, Raptors. Eles estarão divididos em três hotéis de luxo no campus, de acordo com a sua posição na tabela.

Quantos jogadores poderão estar no elenco?

O máximo será de 17, com redução para 15 quando iniciarem os playoffs.

Os jogadores são obrigados a ir a Orlando?

Não. A NBA deixou claro que não vai punir qualquer atleta que, seja por motivos sociais, pessoais ou de saúde, não se sinta à vontade para ir. Avery Bradley e Davis Bertans foram alguns que já afirmaram que não irão até a bolha. A única contrapartida para eles será que eles não serão pagos pelos jogos perdidos.

Com qual frequência os jogadores serão testados?

Todo santo dia, segundo a NBA. Os atletas e pessoas envolvidas nas partidas serão testadas para a COVID-19. A liga planeja colocar um 'anel inteligente' que detecta os sintomas da doença em cada atleta. O comissário Adam Silver afirmou que será necessária uma onda grande de contágio para que a temporada seja parada novamente. Cada equipe terá dois atletas "substitutos" que podem ser incluídos no elenco em caso de um teste positivo.

A liga também não irá permitir que os jogadores lambam suas mãos antes de encostar na bola. Haverá exceções para um atleta deixar o campus, como nascimento de filho ou morte na família.

E se um jogador testar positivo para a COVID-19?

Se alguém contrair a doença, terá que ficar quarentenado no seu quarto por no mínimo sete dias e só poderá sair após testes consecutivos darem negativo.

Que tipo de diversão os jogadores e técnicos terão?

Tênis de mesa, mas sem duplas, videogames, pesca, visitas ao Animal Kingdom e piscina.