<
>

Kobe Bryant e playoffs da NBA: Um dia na rotina dos Hornets na quarentena

play
Shaq ataca de DJ, transforma própria cozinha em balada e balcão vira festa de quarentena (1:39)

Via Instagram @shaq | Ex-jogador da NBA também sabe muito de música (1:39)

Cada equipe está procurando maneiras de permanecer conectada durante o hiato da NBA causado pelo surto do coronavírus.

Os treinadores de condicionamento elaboraram planos de treino e enviaram equipamentos de exercícios para os jogadores. As melhores equipes têm o maior incentivo para permanecerem em boa forma e se responsabilizarem, pois terão um objetivo para jogar se a temporada recomeçar.

As equipes que miram o draft precisam olhar além dos objetivos imediatos para manter os jogadores envolvidos. Treinadores estão, inclusive, preparando listas de leituras de jornalismo esportivo semanal para os jogadores lerem.

James Borrego, treinador do Charlotte Hornets, apresentou algo diferente: ele escolheu uma série de playoffs para a equipe assistir - um ou dois jogos para assistirem todos os dias - e dividiu seu tempo em bate-papos por vídeo e mensagens com os atletas.

"Hoje, a cultura do basquete tem muito a ver com jogadas específicas", disse Borrego à ESPN. "Os caras assistem seus melhores momentos. Eles assistem edições de seus próprios minutos. Trata-se de estudar uma série inteira, jogo a jogo. O que podemos aprender? Que ajustes você vê?"

Borrego não queria uma série recente demais. Ele passou uma década como assistente do San Antonio Spurs, mas estava cauteloso em ressaltar essa conexão. Ele optou pela série da primeira rodada de playoffs de 2012, entre Denver Nuggets e Los Angeles Lakers - série de sete partidas que foi a última vencida por Kobe Bryant na NBA.

Borrego gostou do contraste de estilos: os Nuggets no estilo run and gun contra o gigante Los Angeles Lakers, com os pivôs Pau Gasol e Andrew Bynum.

A série também foi incrivelmente física. As equipes combinaram 47 rebotes ofensivos na vitória dos Lakers por 96 a 87 no jogo 7; Gasol pegou seis - todos seguidos - em posses essenciais no quarto período.

"Parte disso é mostrar a eles como é o basquete nos playoffs", disse Borrego. "É aqui que queremos chegar um dia. Vamos estudar isso"

Cody Zeller esteve nos playoffs duas vezes, mas acha que é útil para colegas mais jovens absorverem o estilo da pós-temporada. "Está em outro nível", disse ele. "Até a torcida. Os jovens jogadores estão percebendo a intensidade disso."

Jalen McDaniels, um novato, mandou uma mensagem para Borrego dizendo que a fisicalidade do jogo o pegou desprevenido, disse o treinador.

Borrego gostou que o estilo de jogo fosse tão diferente do que é agora. O ritmo de Denver - o segundo da conferência em 2011-12 - ficaria em último lugar hoje. Ambas as equipes tentaram 19 bolas de três por jogo na série; nenhuma equipe tem em média menos de 27,5 agora.

"É uma loucura ver o quanto o jogo mudou", disse McDaniels.

Na segunda-feira, Borrego realizou reuniões de 30 minutos com os jogadores para discutir os três primeiros jogos da série. Um grupo contou com Zeller, McDaniels e Willy Hernangomez; Zeller imediatamente tentou fazer Hernangomez admitir a Borrego quantas horas por dia ele joga Fortnite. Hernangomez respondeu apontando o quanto ele estava trabalhando, antes que Zeller o obrigasse a revelar o número real: oito a 10 horas por dia.

"Como companheiros de equipe, podemos irritar um ao outro por não estarmos muito próximos", disse Zeller. "Mas então temos um dia de intervalo, e penso: 'Cara, esses são meus melhores amigos."

A segunda sessão incluiu Devonte 'Graham, PJ Washington e os gêmeos Martin - Cody e Caleb Martin. Todos os jogadores disseram que gostaram de aprender mais sobre os personagens clássicos da NBA naquela série. Obviamente, os jogadores de hoje adoram assistir o pico de Bryant - agora mais do que nunca.

Caleb Martin disse estar surpreso com a velocidade e o atletismo de um jovem Danilo Gallinari, jogando quase o tempo inteiro como ala. "Você conhece esses caras, mas nunca os assiste a jogar um jogo inteiro", disse.

Metta World Peace perdeu os seis primeiros jogos da série depois que a liga o suspendeu por sete jogos por dar uma cotovelada em James Harden - então do Oklahoma City Thunder - na cabeça do penúltimo jogo da temporada regular dos Lakers. Seu retorno ao jogo 7 - depois de duas vitórias consecutivas de Denver para embolar a série - inspirou um clássico comentário Bryant semi-motivacional e semi-irritadiço.

"Ele é o cara em quem posso confiar para competir, jogar duro, jogar com esse senso de urgência e jogar sem medo", disse Bryant a repórteres antes do jogo 7. "Então, estou ansioso ter isso ao meu lado novamente ".

Provavelmente não foi coincidência o fato de Gasol ter conseguido apenas 12 pontos nos jogos 5 e 6, culminando em um terrível desempenho de 1-10 nos arremessos de quadra na partida em que Denver empatou a série. Bynum também foi insignificante nesse jogo.

Os Lakers conquistaram a liderança por 3 a 1 depois do que parecia uma vitória típica na estrada do jogo 4. Ramon Sessions e, em seguida, Steve Blake esfriaram o jogo no último minuto, em Denver, com bolas de três pontos.

Ambos estavam abertos, o que Bryant supôs ser o caso, porque eles haviam perdido arremessos semelhantes antes - quase quebrando a confiança de Bryant neles.

"Se você está assistindo ao jogo no terceiro quarto, fiz passes para Sessions, Blake e Barnes, e eles erraram todos os arremessos", disse Bryant após o jogo. "George [Karl], sendo observador como ele é, viu que eu estava [marcado]. Eu estava e não achei que confiaria neles no final do jogo para acertar os arremessos, mas eles conseguiram. “

Os Lakers haviam trocado por Sessions há pouco tempo - três meses depois de quase terem adquirido Chris Paul do New Orleans Hornets. David Stern, então o comissário que atuava como proprietário de New Orleans, anulou a troca. Sessions acabou em LA como consolo.

Enquanto isso, Denver jogou com dois armadores - Ty Lawson e Andre Miller - ao mesmo tempo em grande parte da série, e Miller é um jogador que Borrego quer que todos os seus jogadores assistam. "Ele era tão bom e tão inteligente", disse Borrego.

O treinador quer que Graham preste muita atenção em Miller - tanto em suas jogadas quanto em como ele conseguiu permanecer como ameaça sem a bola quando Lawson comandava o ataque. Graham surgiu como o principal motor de Charlotte no ataque, mas ele precisa se afastar um pouco da bola quando Terry Rozier toma as rédeas.

"Devonte e Andre são muito diferentes, mas quero que ele veja o jogo da maneira que Andre via", disse Borrego. Graham, na sessão de Zoom na segunda-feira, mencionou como foi impressionante ver Lawson finalizando jogadas lá embaixo, disse Borrego; Graham teve apenas 54% de aproveitamento na área pintada nesta temporada.

Borrego provoca os outros jogadores do Charlotte com perguntas sobre táticas e ajustes. Ele disse a Washington e Miles Bridges, os dois jovens atléticos de Charlotte, para que prestassem atenção em como Kenneth Faried jogava. Para os gêmeos Martin, instruiu a se concentrarem no jogo completo de Corey Brewer.

Mas, o principal de tudo, para os jogadores, era a felicidade por estarem juntos novamente - mesmo que virtualmente. "Honestamente", disse Zeller, "foi bom ver todo mundo".