<
>

Chris Paul agradece amor de youtuber brasileiro, leva comunidade do basquete à loucura e fãs fazem campanha para encontro

O youtuber Sidney Gabriel, do canal Dois Por Cento, é um apaixonado por basquete e, principalmente, por Chris Paul. Nesta segunda-feira, o brasileiro foi surpreendido com um tweet de seu ídolo.

Sidney postou um vídeo mostrando sua coleção de camisetas do armador, que vão desde a época de New Orleans Hornets até do Houston Rockets, que o armador utilizou na última temporada, e o vídeo acabou viralizando. As principais páginas de basquete dos Estados Unidos, incluindo o perfil oficial do SportsCenter, da ESPN, repostaram o vídeo e ele acabou chegando em Chris Paul.

Pelo Twitter, o armador retuitou o vídeo agradecendo o carinho: "Isso é AMOR amor", disse CP3. O suficiente para emocionar Sidney.

"Cara, eu desacreditei. Vi todo mundo marcando (o Chris Paul) na postagem, só que nisso eu tava atento só no post do SportsCenter e depois eu vi. Na verdade, um amigo me mandou o print mostrando que o Chris Paul tinha me marcado agradecendo o carinho e fiquei 'cê é louco'. Já comecei a chorar", disse em entrevista ao ESPN.com.br.

Além do tweet de Chris Paul, o perfil oficial do Oklahoma City Thunder se manifestou oferecendo uma camisa ao youtuber brasileiro para que ele "completasse a coleção".

Para que a postagem viralizasse, Sidney contou bastante com o apoio da comunidade do basquete brasileiro que, inclusive, começou a campanha #CP3meetDPC para que o armador leve o brasileiro aos Estados Unidos para que eles se conheçam pessoalmente. Sidney agradeceu o apoio.

"É sensacional, é sensacional. Eu sempre conto muito com a comunidade, são os caras que mais me ajudam, que mais me dão força pra eu continuar fazendo meu trabalho. Tenho que agradecer a eles. É por causa deles que essas coisas acontecem comigo", disse.

Mas de onde vem a idolatria de Sidney por Chris Paul? Tudo começou há muito tempo, quando o armador ainda era jogador do New Orleans Hornets, hoje New Orleans Pelicans.

"Comecei a acompanhar quando ele tava nos Hornets ainda. Eu treinava no São Bernardo e um amigo meu falou que eu parecia com o Chris Paul e eu olhei uns vídeos e falei 'ah, nem parece tanto'", comentou. "Passaram alguns anos e eu tava assistindo, na ESPN mesmo, o jogo entre Hornets e Miami Heat na época que o LeBron ainda estava lá e eu liguei a televisão e o Chris Paul deu um crossover e deixou o cara no chão".

"Eu só falei 'esse cara é insano', ai comecei a acompanhar, ele foi pros Clippers e eu comecei a comprar camiseta, não só camiseta na real, eu tenho coleção de tênis, de bonecos dele, tenho outros itens menores. E não é só isso, a história dele fora das quadras é sensacional", explicou.

"Eu torço para os Clippers por causa dele. Antigamente eu não torcia para os Hornets, assistia só por ele, mas quando ele foi pros Clippers eu me identifiquei muito com o time porque eu tenho essa coisa mais basquete de rua. E os Clippers tinham aquele time da Lob City com o Chris Paul dando crossover e jogando ponte aérea, DeAndre Jordan e Blake Griffin enterrando, parecia muito basquete de rua, aí me identifiquei".

Apesar de torcer para os Clippers, Sidney continua acompanhando de perto a trajetória de Chris Paul e é um dos que se surpreendeu com a ótima temporada do armador, responsável por levar um Oklahoma desacreditado à briga pelos playoffs.

"A temporada dele é sensacional. Foi um time que surpreendeu todo mundo, eu também esperava que eles fossem mal, mas pelo que eu conheço do Chris Paul, ele é sempre esse cara que gosta de jogar em um time fraco e levar esse time pra frente. Ele conseguiu organizar o Thunder e colocar na briga pelos playoffs", comentou.

"Todo mundo falava que ele era velho e um jogador ruim de vestiário e ele tá provando todo mundo o contrário", finalizou.