<
>

Rockets trocam Nenê e Capela na maior negociação da NBA nos últimos 20 anos

A primeira grande troca da última semana de negociações da NBA aconteceu na madrugada de terça para quarta-feira.

O Houston Rockets fechou um acordo para contar com o ala Robert Covington, que estava no Minnesota Timberwolves, e mandou os pivôs Clint Capela e Nenê para o Atlanta Hawks. De acordo com o repórter da ESPN Adrian Wojnarowski, a troca completa envolve quatro times e 12 jogadores - a maior nos últimos 20 anos.

Para liberar Covington, os Timberwolves vão receber duas escolhas de primeira rodada, e uma delas já será enviada para o Denver Nuggets pelo armador Malik Beasley e o ala-pivô Juan Hernangomez.

Além disso, a troca também foi fechada em:

  • Minnesota fica com Evan Turner, de Atlanta, e Jarred Vanderbilt, de Denver;

  • Denver fica com Shabazz Napier, Keita Bates-Diop, e Noah Vonleh, de Minnesota; e Gerald Green, de Houston;

  • Houston fica com Jordan Bell, de Minnesota, e uma escolha de segunda rodada do Draft de 2024.

Levando em conta o número de jogadores envolvidos, a NBA não via um acordo deste tamanho desde 2000, quando o New York Knicks mandou o lendário pivô Patrick Ewing para o antigo Seattle SuperSonics.

Os Rockets ficam com cerca de 12 milhões de dólares livres na folha para seguir negociando até a tarde de quinta-feira, quando o período de trocas se encerra.

A expectativa era de que Minnesota usasse esta troca para tentar tirar D'Angelo Russell do Golden State Warriors, mas as conversas não avançaram, e o time resolveu fechar o acordo com Denver - Beasley e Hernangomez serão agentes livres no final desta temporada e podem se encaixar no time titular ao lado de Karl-Anthony Towns e Andrew Wiggins.

Atlanta estava realmente atrás de Capela para preencher a ausência de um pivô. O jogador de 25 anos se juntará aos jovens Trae Young, John Collins e Kevin Huerter.

Ele passou a carreira inteira nos Rockets, depois de ser escolhido na 25ª posição do Draft de 2014. Capela era um projeto que ganhou espaço em 2016, com a saída de Dwight Howard de Houston. Ele assinou um contrato de cinco anos e 80 milhões de dólares depois de ajudar o time a chegar até as finais do Oeste em 2017.

Apesar de ter média de duplo-duplo (13.9 pontos e 13.8 rebotes), Capela enfrenta problemas por conta de uma fascite plantar no pé direito há algumas semanas. Sem ele, os Rockets venceram 10 de 11 jogos, e o treinador Mike D'Antoni passou a apostar em um quinteto mais baixo, com arremessadores ao redor de James Harden e Russell Westbrook.

Já o brasileiro Nenê, que estava em Houston desde 2016-17, não jogou nesta temporada por conta de um problema crônico no músculo adutor da perna esquerda. Ele renovou seu contrato em setembro, por mais duas temporadas e 20 milhões de dólares - durante a temporada, a NBA determinou que em caso de troca, mais de US$ 7 milhões de bônus seriam anulados, o que facilitou a negociação fechada nesta quarta.