<
>

Sem Kawhi, os Lakers ativam plano B e assinam com DeMarcus Cousins

Neste domingo, Los Angeles Lakers não demorou muito para ativar o seu plano B, após Kawhi Leonard ser confirmado como novo reforço dos LA Clippers. Apés assinar com Javale McGee, Danny Green e Quinn Cook, a franquia fechou um acordo de um ano e US$ 3,5 milhões (R$ 13,3 milhões) com o ex-pivô do Golden State Warriors, DeMarcus Cousins. Minutos depois, foi confirmado que Rajon Rondo permanecerá na franquia por mais duas temporadas. O armador se juntará mais uma vez a LeBron James nos Lakers, e terá a oportunidade de jogar novamente com Davis, com quem defendeu o New Orleans Pelicans na temporada de 2017-18.

De acordo com o repórter da ESPN, Adrian Wojnarowski, Cousins recebeu uma oferta do Miami Heat, mas foi convencido a se juntar aos Lakers por diversos atletas, incluindo o recém reforço, Anthony Davis.

Na temporada passada, o pivô surpreendeu quando aceitou um contrato de um ano e US$ 5,3 milhões para jogar nos Warriors. Cousins atuou em 30 partidas pelo time de Oakland, registrando 16,3 pontos e 8,3 rebotes por jogo. Apesar disso, durante o segundo jogo dos playoffs contra os Clippers, o jogador lesionou o quadríceps, retornando apenas nas finais contra os Raptors.

O atleta de 29 anos foi nomeado quatro vezes para o All-Star Game antes de assinar com o Golden State Warriors. Cousins é a quinta escolha geral do Draft de 2010, passando suas seis temporadas iniciais com o Sacramento Kings, e posteriormente sendo trocado para os Pelicans. Nas dez temporadas pela NBA, ele teve médias de 21,2 pontos e 10,3 rebotes por partida.