<
>

Athletico vence Tolima e segue na liderança no grupo G da Libertadores

Bruno Guimarães comemora gol do Athletico Getty Images

Abrindo a sua campanha no segundo turno do grupo G da Copa Libertadores, o Athletico Paranaense se impôs diante do Tolima e venceu por 1 a 0 nesta terça-feira, na Arena da Baixada.

Bruno Guimarães fez o gol do Athletico aos 34 minutos do segundo tempo. O jogador chutou de fora da área e contou com um desvio no meio do caminho, que rendeu o goleiro rival.

Com este resultado, o Athletico vai aos 9 pontos e segue na liderança do grupo G.

Boca Juniors e o Tolima seguem com 4 pontos, enquanto o Jorge Wilstermann tem dois pontos.

Boca e Jorge Wilstermann se enfrentam na noite desta quarta-feira.

O jogo

No seu estilo, o Athletico-PR começou a partida tocando bola, mantendo a posse e esperando por espaço para atacar o time colombiano, todo recuado. O clima, entretanto, começou quente, com os jogadores se estanhando, aos cinco minutos. Aos seis minutos, após cobrança de falta, Carrascal arriscou de longe e isolou a bola. Apesar de ter pose quase total de bola, o Rubro-Negro não conseguia quebrar a defesa adversária.

O Tolima mostrava muita aplicação tática, mas se arriscava em chegar ao final da partida fisicamente desgastado. Aos 20 minutos, Léo Pereira conseguiu descolar um cruzamento fechado para a área, mas Mosqueta subiu para afastar o perigo. Aos 24 minutos, foi a vez de Bruno Guimarães tentar e levantar nas mãos de Montero.

Lucho tentava se virar no meio-campo e, aos 33 minutos, achou Marco Rúben na área, mas Montero deixou a meta para interceptar. O clima seguia quente, com atletas se estranhando a cada disputa. Aos 40 minutos, os colombianos chegaram com perigo, com Luis González recebendo na pequena área e escorregando no momento do arremate.

Para a etapa final, o Rubro-Negro voltou com Tomás Andrade no lugar de Lucho González. Aos três minutos, Camacho pegou sobra de bola após cobrança de escanteio e chutou para defesa tranquila de Montero. A primeira grande chance da partida aconteceu aos sete minutos, com Renan Lodi, que recebeu cruzamento, bateu de primeira e parou em um milagre de Montero, que ainda viu a bola explodir no travessão.

O Athletico-PR voltou mais ligado e, aos nove minutos, Rony recebeu em velocidade, deixou o goleiro para trás, e bateu na rede, pelo lado de fora. O jogo ficou mais aberto no segundo tempo. Aos 15 minutos, Alex Castro avançou com liberdade e soltou o tiro para defesa de Santos. O técnico Tiago Nunes apostou, então, na entrada de Marcelo Cirino, para dar outra movimentação no ataque.

O Athletico já se mostrava ansioso em campo e errava alguns lances com a bola nos pés. Aos 30 minutos, Rony chegou ao fundo, cruzou e Cirino, no meio da defesa, testou para fora.

Até que, aos 33 minutos, Bruno Guimarães arriscou o chute, a bola desviou no meio do caminho e matou o goleiro Montero, morrendo no fundo da rede.

Aos 44 minutos, Rony fez fila e soltou o pé para boa intervenção de Montero.

FICHA TÉCNICA:
ATHLETICO PARANAENSE 1 X 0 TOLIMA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 09 de abril de 2019, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Jesús Valenzuela (Venezuela)
Assistentes: Luis Murrilo (Venezuela) e Carlos Lopez (Venezuela)
Cartões amarelos: Santos (Athletico); Castrillón, Vásquez, Carrascal, Pérez (Tolima)
Gol: ATHLETICO: Bruno Guimarães, aos 33 minutos do segundo tempo

ATHLETICO: Santos; Jonathan, Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Camacho, Lucho (Tomás Andrade) e Bruno Guimarães; Nikão (Marcelo Cirino) e Rony; Marco Ruben (Paulo André). Técnico: Tiago Nunes

TOLIMA: Álvaro Montero; Castrilllon, Mosquera, Quiñones e Balanta (Vargas); Gordillo (Valdés), Carrascal e Vásquez (Robles); Luis González e Alex Castro; Marco Pérez. Técnico: Alberto Gamero