<
>

Treinador de Aspen Ladd se desculpa após críticas por sua atuação no UFC Vegas 40

Depois de ser alvo de uma série de críticas por seu comportamento no corner de Aspen Ladd, na luta principal do UFC Vegas 40, no último sábado (16), Jim West – treinador principal e namorado da atleta – veio a publico para se pronunciar sobre o assunto.

Através de sua conta pessoal no Instagram , o profissional admitiu que pode ter exagerado no tom severo de suas instruções durante os intervalos entre rounds da luta entre sua pupila e a brasileira Norma Dumont, que saiu vitoriosa na decisão unânime dos juízes.

O treinador ainda argumentou que, por conhecer Ladd, instruções puramente técnicas não seriam suficientes para afastar a apatia apresentada pela lutadora americana durante o combate, principalmente nos três primeiros rounds. Mesmo assim, Jim West assumiu a culpa e prometeu buscar sua melhora como profissional nas próximas ocasiões.

O imbróglio teve início ainda durante o combate, válido pelo main event do UFC Vegas 40, no último sábado. Com sua aluna atuando de forma apática desde o início da peleja e sendo dominada pela rival, Jim West foi se frustrando e, a cada intervalo entre os rounds, aumentando o tom de sua voz, assim como de suas críticas ao desempenho de Ladd.

A tática utilizada pelo treinador da americana foi bastante recriminada nas redes sociais, inclusive por lutadores, como a ex-campeã peso-galo (61 kg) do UFC Miesha Tate, que chegou a classificar a postura do profissional como “abusiva”.

“Esta não foi nossa noite. Tem sido nossa noite muitas vezes, no mais alto nível, mas não foi nesta noite. Eu culpo a mim mesmo. Embora isso talvez não tenha sido minha culpa, isso não está aberto a debate. Eu assumo toda a culpa".

"Sim, depois dos primeiros rounds eu talvez tenha sido um pouco severo, mas eu conheço Aspen e naquele momento, uma conversa técnica não estava nos planos, tendo perdido três rounds. De qualquer forma, eu admito isso e peço desculpas a Aspen Ladd do fundo do meu coração. Eu vou continuar a ser melhor a cada momento”, escreveu Jim West.

Ao final, a postura agressiva do treinador não foi o bastante para que Aspen Ladd se recuperasse a tempo de virar o placar da disputa e a lutadora americana, que teve uma melhora de desempenho a partir do quarto round, acabou derrotada pela brasileira Norma Dumont nas papeletas dos juízes. Com o resultado, a jovem de 26 anos somou seu segundo revés na carreira, em 11 combates disputados até o momento.