<
>

Antes de Jon Jones e Amanda x Cyborg, Brasil perde e lenda BJ Penn sai derrotado e sem conseguir andar direito

Não deu para o único brasileiro a entrar em ação no card preliminar do UFC 232. Douglas D-Silva não conseguiu fazer frente ao russo Petr Yan e acabou desistindo entre o segundo e o terceiro rounds, já sem condições de seguir na luta. O juiz declarou a vitória por nocaute técnico.

Foi a terceira derrota da carreira do brasileiro, que ainda tem 25 vitórias e uma luta sem resultado no cartel. Já o russo venceu pela 11ª vez em 12 aparições.

Em outra importante luta do card preliminar, a lenda BJ Penn acabou derrotada mais uma vez. Aos 40 anos de idade, ele foi finalizado por uma chave de perna de Ryan Hall e acabou deixando o octógono quase sem conseguir andar.

BJ Penn chegou a ser campeão de duas categorias – leves e meio-médios -, mas já não sabe o que é vencer desde novembro de 2010. Desde então, são seis derrotas e um empate.

Penn fez toda a preparação para a luta do UFC 232 no Brasil, na academia de Dedé Pederneiras, o treinador de José Aldo.

O card preliminar ainda teve uma luta com resultado para lá de inusitado. Megan Anderson acertou um chute no olho de Cat Zingano.

Cat não conseguiu mais enxergar e pediu para parar o combate. O juiz não parou. Megan acertou mais um golpe e acabou declarada vencedora por nocaute técnico.

Veja todos os resultados do UFC 232:

CARD PRINCIPAL:

Jon Jones (EUA) nocauteou Alexander Gustafsson (SUE) aos 2:02 do 3º round - pelo cinturão dos meio-pesados
Amanda Nunes nocauteou Cris Cyborg (BRA) a 0:51 do 1º round - pelo cinturão feminino dos penas
Michael Chiesa (EUA) finalizou Carlos Condit (EUA) com uma kimura a 0:56 do 2º round - meio-médios
Corey Anderson (EUA) venceu Ilir Latifi (SUE) na decisão unânime dos jurados (triplo 29-28) - meio-pesados
Alex Volkanovski (AUS) nocauteou Chad Mendes (EUA) aos 4:14 do 2º round - penas

CARD PRELIMINAR:

Walt Harris (EUA) venceu Andre Arlovski (BLR) na decisão dividida dos jurados (27-30, 29-28 e 29-28) - pesados
Megan Anderson (AUS) nocauteou Cat Zingano (EUA) a 1:01 do 1º round - penas feminino
Petr Yan (RUS) nocauteou Douglas D'Silva (BRA) no intervalo entre o 2º e o 3º round por interrupção do córner - galos
Ryan Hall (EUA) finalizou BJ Penn (EUA) com uma chave de perna a 2:46 do 1º round - leves
Nathaniel Wood (ING) finalizou Andre Ewell (EUA) com um mata-leão aos 4:12 do 3º round - galos
Uriah Hall (JAM) nocauteou Bevon Lewis (EUA) a 1:32 do 3º round - médios
Curtis Millender (EUA) venceu Siyar Bahadurzada (AFG) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - meio-médios
Montel Jackson (EUA) finalizou Brian Kelleher (EUA) com um triângulo de mão a 1:40 do 1º round - peso combiando