<
>

Iriney revela que ficou sem palavras ao receber inesperada mensagem de Iniesta, astro do Barcelona: 'Chorei'

Se você cruzar com Iriney Santos da Silva na rua, talvez não o reconheça. Afinal, o ex-jogador, hoje aposentado, só jogou por dois times pequenos no Brasil: o Nacional-AM e o São Caetano-SP.

No entanto, o ex-meio-campista é muito famoso na Espanha, já que teve carreira bastante longeva em LaLiga.

Ele foi para o país ibérico em 2002, contratado pelo Rayo Vallecano. Depois disso, atuou por mais de uma década por lá, passando por Celta de Vigo, Almería, Granada, Betis e Mallorca (além de ter vestido também a camisa do Watford, da Inglaterra, entre 2013 e 2014).

E nesta vasta trajetória no Espanhol, o amazonense de Humaitá viveu muitas histórias ao lado de grandes craques, com quem dividiu o gramado nas 333 partidas que disputou em LaLiga.

Com memória privilegiada, Iriney concedeu longa entrevista à ESPN e contou algumas de suas resenhas preferidas, ocorridas principalmente nos duelos contra o Barcelona, que ele viu fazer a transição da "era Ronaldinho" para a "era Messi".

Ao contrário do Real Madrid, time contra o qual costumava se dar bem, o brasileiro sofreu muito contra os catalães, principalmente porque acabava sendo o encerregado de parar ninguém menos que Ronaldinho, e bem na melhor fase da carreira do "Bruxo".

"Pelo Celta de Vigo, ganhei várias do Real Madrid, mas contra o Barça, principalmente no Camp Nou, nós nunca conseguimos. Já era um jogo difícil em qualquer circunstância, e ainda pegamos o Ronaldinho bem demais", lembrou.

Apesar de ter "apanhado" muito dos blaugranas, Iriney guarda só boas lembranças do período.

"A verdade é que, quando o Ronaldinho chegou à Espanha, ele deu tanta alegria ao país que foi algo nunca visto antes. Os anos dele no Barcelona foram incríveis. A equipe já tinha uma base muito potente, já era difícil jogar contra eles antes. Eles já tinham uma parte tática muito forte, e só faltava um gênio como ele para o time deslanchar de vez. E foi justamente o que aconteceu", rememorou.

Após a saída de Ronaldinho para o Milan, na temporada 2008/09, Lionel Messi se consolidou como principal craque no Camp Nou.

E, em que pese o fato de ter seguido sofrendo contra os culés, Iriney tem um carinho especial pelo argentino.

"Contra o Messi eu joguei muitas vezes, e cheguei até a trocar camisa com ele. Aí um dia, depois que eu tinha me aposentado, fui ver um Betis x Barcelona na minhas férias, e levei minha filha ao estádio. Era umas 22h, e estava um frio lascado. Eu estava com ela perto do ônibus do Barcelona, porque tinha amizade com o pessoal, mas nunca achei que o Messi fosse lembrar de mim. Pelo contrário!", contou.

"Ele parou e foi super gentil, conversou com um monte comigo. Foi muito carinhoso e atencioso também com a minha família. É um cara especial! Também falei bastante com o Paulinho e o Busquets, foi legal demais", relatou.

A história que mais lhe emociona, porém, envolveu o meia Andrés Iniesta, atualmente no Vissel Kobe, do Japão.

Iriney enfrentou o gênio da seleção espanhola muitas vezes em LaLiga, mas nunca tinha conversado muito com o baixinho.

Foi por isso que uma inesperada mensagem enviada por Iniesta fez o brasileiro chorar.

"O Iniesta é um cara sensacional. Fico até sem palavras para falar dele. A gente tem amigo em comum, que é o preparador físico Emílio Ricard. O Emílio trabalha de personal trainer para ele, e inclusive foi para o Japão junto. Só que eu e o Iniesta não éramos tão próximos", ressaltou.

"Aí no meu aniversário há dois anos, em abril de 2018, no meio da negociação dele com o Vissel Kobe, o Iniesta fez questão de arrumar um tempo e me mandou um vídeo me dando parabéns e desejando felicidades. Quando recebi o vídeo era umas 7h da manhã, e eu chorei", confessou.

"Sempre tivemos muiro respeito um pelo outro, e ele também me mandou de presente uma camisa dele, dizendo que eu era um exemplo para toda a garotada do Amazonas. Aí eu chorei ainda mais (risos). Além de ser um jogador com qualidade técnica única, ainda é um grande ser humano", finalizou.