<
>

Como Conte usou Richarlison e mais reforços no mercado para criar Tottenham que Mourinho tanto sonhava

Tottenham estreia na nova temporada da Premier League neste sábado (6) e recebe o Southampton, a partir das 11h, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+


Depois de terminar a última temporada em 4° na tabela de classificação, carimbando vaga na Champions League, o Tottenham inicia mais uma campanha na Premier League neste sábado (6) e recebe o Southampton, a partir das 11h, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+. E os Spurs chegaram 'diferentes' para a atual edição.

Com o mercado da bola a todo vapor na Europa, o clube londrino vem aproveitando o ciclo de transferências do verão para dar uma 'cara nova' ao seu elenco, algo que inclusive já era um sonho do técnico José Mourinho, atualmente no comando da Roma, que passou pelos Spurs de novembro de 2019 a abril de 2021.

Protagonista do documentário 'All or Nothing: Tottenham Hotspur' (Tudo ou Nada: Tottenham Hotspur, na tradução), lançado em 2020 pelo Prime Video, o técnico português repetia constantemente à época aos seus jogadores: "Vocês são um grupo pessoas incríveis, muito boas mesmo, mas no futebol isso é um problema, vocês são bonzinhos demais".

E a fala do Special One parece ter sido seguida à risca pelo técnico Antonio Conte, atual comandante do Tottenham. Na atual janela de transferências, os ingleses fizeram até o momento 6 contratações, e algumas delas seguem este perfil.

A começar pelo brasileiro Richarlison, contratado por cifra que pode atingir as 60 milhões de libras (cerca de R$ 380 milhões). Se encaminhando para a sua sexta temporada na Premier League, após passagens por Watford e Everton, o atacante de 25 anos não só tem experiência de sobra na elite do futebol inglês, como também é conhecido pela sua garra e persistência em campo.

Outro jogador que chega para reforçar a linha de frente dos Spurs é Ivan Perisic, de 33 anos. Contratado a custo zero, o croata foi campeão da Série A italiana com Conte, na temporada 2020/21, além de ser bicampeão da Bundesliga, com títulos por Borussia Dortmund e Bayern de Munique, com quem também faturou a Champions League (2019/20).

Vice-campeão da Copa do Mundo de 2018 com a Croácia, o atacante chega para agregar experiência ao elenco do time inglês, além de trazer o seu espírito 'brigador' para dentro de campo.

Destaque do Brighton nas últimas temporadas da elite do futebol inglês, o meio-campista Yves Bissouma, de 25 anos, é mais um reforço que chega para agregar. 'Dono' do meio-campo da sua ex-equipe, o malinês foi disputado na janela, e o Tottenham mostrou a sua força ao vencer a concorrência para contratá-lo.

Na defesa, o zagueiro francês Clément Lenglet, de 27 anos, chegou por empréstimo junto ao Barcelona. Desde 2018 no clube catalão, o defensor também chega para agregar experiência ao time e é conhecido por ser um zagueiro de chegada forte e alto com os seus 1,86 m.

Além do quarteto, também chegaram o lateral-direito Djed Spence, de 21 anos, ex-Nottingham Forest, e o goleiro Fraser Forster, de 34, ex-Southampton, mas que chegam com um protagonismo menor, já que em um primeiro momento não serão titulares sob o comando de Conte.

Estes jogadores chegam para agregar a um elenco que já conta com nomes como o goleiro Hugo Lloris e os atacantes Harry Kane, Son e Lucas Moura, que estão há um bom tempo nos Spurs.