<
>

Empresa de Leila Pereira, presidente do Palmeiras, vence licitação para controlar outro estádio em São Paulo; veja detalhes

Leila Pereira, da Crefisa, durante coletiva na Academia de Futebol do Palmeiras Gazeta Press

A Crefipar, uma das empresas que pertencem ao Grupo Crefisa, conglomerado comandado por Leila Pereira, presidente do Palmeiras, venceu o processo de licitação para ter controle da Arena Barueri pelos próximos 35 anos. A informação foi antecipada pelo portal UOL nesta quinta-feira (21) e confirmada pela ESPN.

De acordo com o edital de licitação, o valor do contrato é estimado em R$ 514,8 milhões. Além de ter o direito de explorar o estádio de forma comercial, a nova empresa que administrará a Arena Barueri terá que fazer obras de modernização e também de melhorias no gramado.

Em nota enviada à reportagem, a Prefeitura de Barueri, município localizado na grande São Paulo, afirmou que, oficialmente, o processo de licitação ainda não foi encerrado, mas confirmou que a Crefipar é uma das candidatas (leia o comunicado abaixo).

A ESPN antecipou na última terça-feira (19) que o Palmeiras utilizará o estádio ao menos quatro vezes neste segundo turno de Campeonato Brasileiro, uma vez que o Allianz Parque, administrado pela Real Arenas, empresa da WTorre, estará entregue a um vasto calendário de shows nos próximos meses.

O clube não poderá contar com sua casa para os confrontos contra Santos (08/10), Athletico-PR (04/11), Internacional (11/11) e América-MG (25/11). Nas últimas semanas, o Palmeiras, em parceria com a prefeitura de Barueri, tem realizado uma série de melhorias no gramado, que deverão prosseguir ao longo do ano.

A notícia a respeito do ganho da licitação por parte da Crefipar chamou a atenção de diversos conselheiros do clube, que voltaram mais uma vez a destacar um possível conflito de interesses, já que Leila Pereira é presidente do Palmeiras e também dona das patrocinadoras da equipe.

Neste ano, o time principal do Verdão foi à Arena Barueri apenas uma vez, na partida de ida da final do Campeonato Paulista, na derrota por 2 a 1 para o Água Santa.

Recentemente, a mandatária foi criticada por ter adquirido um avião particular por meio da Placar Linhas Aéreas, empresa de Leila Pereira, e de ter cedido a aeronave para as viagens da delegação palmeirense.

Eleita presidente do clube no final de 2021, a mandatária está em seu segundo ano à frente do Palmeiras. Novas eleições só acontecerão no final de 2024.

Leia a nota da Prefeitura de Barueri

A Prefeitura de Barueri, por meio da Secretaria de Esportes, informa:

Por enquanto a referida empresa [Crefipar] está apenas participando do processo de licitação da Arena Barueri que ainda está em curso.

Como ainda não houve homologação do vencedor, estamos em fase de Recurso para os outros interessados.

Só se considera vencedor quando se cumpre legitimamente todas as fases legais do processo, com a assinatura do Contrato junto à Prefeitura e isso ainda não ocorreu.

Uma empresa foi desclassificada por não ter apresentado corretamente os documentos exigidos no Edital. E outra empresa foi para a disputa do leilão, mas declinou pois a Crefipar ofereceu a maior outorga.

Os dois podem recorrer.

Próximos jogos do Palmeiras: