<
>

Valencia emite nota oficial após racismo contra Vinicius Jr., mas sequer cita nome do brasileiro

Minutos após o apito final da vitória por 1 a 0 sobre o Real Madrid, neste domingo (21), a diretoria do Valencia emitiu nota oficial sobre o triste episódio de racismo ocorrido contra Vinicius Jr.

Sem sequer citar o nome do brasileiro ou a palavra "racismo", a equipe espanhola publicou um comunicado genérico e condenou os "atos isolados" de alguns torcedores no Estádio Mestalla.

O clube ainda prometeu "investigar" a ocorrência e "tomar as medidas mais severas".

A partida teve que ser interrompida por mais de cinco minutos no 2º tempo, depois que Vini Jr. foi chamado de "macado" pelos torcedores.

O brasileiro acabou sendo expulso na parte final do duelo, após acertar a mão no rosto de um rival, levando vermelho direto depois de revisão no VAR.

Confira o comunicado do Valencia:

O Valencia CF deseja condenar publicamente qualquer tipo de insulto, ataque ou desqualificação no futebol.

O clube, em seu compromisso com os valores do respeito e do esporte, reafirma publicamente sua posição contra a violência física e verbal nos estádios e lamenta os ocorridos durante a partida da 35ª rodada de LaLiga, contra o Real Madrid.

Apesar de ter sido um episódio isolado, os insultos a qualquer futebolista da equipe rival não têm cabimento no futebol e não se encaixam com os valores e a identidade do Valencia CF.

O clube está investigando o ocorrido e tomará as medidas mais severas. Da mesma forma, o Valencia CF condena qualquer ofensa e pede o máximo respeito também à nossa torcida.

À margem destes episódios isolados, o Valencia CF quer agradecer aos mais de 46 mil torcedores por seu apoio na partida deste domingo.

Próximos jogos do Valencia:

Próximos jogos do Real Madrid: