<
>

Xodó do Flamengo tem tatuagem em homenagem a astro do Real Madrid e fez profecia em Libertadores

Ramon, um dos maiores xodós da torcida do Flamengo, tem uma tatuagem em homenagem a um ídolo do Real Madrid


Nesta segunda-feira (8), às 20h (de Brasília), o Flamengo jogará fora de casa contra a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro, precisando vencer para diminuir a distância para o líder Atlético-MG e seguir em busca do tricampeonato nacional.

Com a ausência de Filipe Luís, o técnico Renato Gaúcho deverá escalar o lateral-esquerdo Ramon, de 20 anos. O jovem, que é considerado uma grande promessa na Gávea, renovou contrato até 2025, com multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 320 milhões).

Vindo de uma família humilde, o garoto filho de pais separados começou em uma escolinha de futebol na Baixada Fluminense e contou com o grande esforço da mãe, Maria do Carmo, para virar jogador.

Quando era pequeno, Ramon chegou a entrar como "mascotinho" no Maracanã durante uma partida do Flamengo.

Após chamar atenção, ele foi levado por um professor ao Nova Iguaçu-RJ, onde fez base até os 14 anos. Após quase ir para o Vasco, o jovem se transferiu para o Flamengo, que comprou um percentual do atleta.

"Ele foi eleito o melhor da posição no Estadual e veio para cá em 2017. É um jogador que nos interessou logo de cara porque tem muita potência, velocidade e uma intensidade de jogo muito grande. Foi se desenvolvendo cada vez mais e hoje está no profissional com méritos. Ainda tem coisas para evoluir, mas é normal da idade e vai se aprimorar. É um jogador bem estilo europeu, com um vigor físico muito grande", disse Carlos Noval, gerente de transição de jogadores da base para o profissional do Flamengo, ao ESPN.com.br.

No clube da Gávea, ele venceu a Copa do Brasil sub-17, o Brasileiro sub-20 e a Copa São Paulo de Futebol Júnior antes de estrear pelos profissionais, em 2018. No ano seguinte, ele voltou a atuar pela base até se firmar no elenco principal, em 2020, com o técnico Jorge Jesus.

Ano passado, ele fez 12 jogos e ajudou a equipe rubro-negra a ser campeã brasileira. Na atual temporada, ele entrou 17 vezes em campo e virou um xodó da torcida.

Fã de Marcelo, lateral-esquerdo do Real Madrid, Ramon tem uma tatuagem com o número 12 e letra "m" na perna em homenagem ao ídolo.

Em 2019, Ramon viu a final da Conmebol Libertadores ao lado da mãe e disse que estaria na próxima decisão da competição pela equipe rubro-negra. Em breve, terá a oportunidade de realizar o grande sonho da carreira....