<
>

Valencia, adversário do Real Madrid em LaLiga, ganhou taças e fez finais de Champions seguidas há 20 anos

play
Pablo Aimar voltou ao Mestalla em 2017 e foi muito aplaudido pela torcida do Valencia (0:27)

Aimar marcou época com a camisa do clube espanhol | CLIQUE AQUI e assista ao jogos de LaLiga AO VIVO pela ESPN no Star+ (0:27)

Neste domingo, Valencia e Real Madrid fazem jogaço valendo a liderança da LaLiga, às 16h (de Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+.

Se hoje os Ches buscam recuperar o protagonismo no futebol espanhol após anos muito ruins, recheados de crises nos bastidores e problemas econômicos, há 20 anos a situação era muito diferente.

Assista Valencia x Real Madrid, neste domingo, às 16h (de Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+. Para ter mais informações, clique aqui.

No final dos anos 90 e início dos anos 2000, o Valencia era uma das maiores potências do Campeonato Espanhol e também da Europa. Tanto é que ganhou vários grandes títulos, como duas edições de LaLiga, uma Copa do Rei, uma Supercopa da Espanha e uma Copa da Uefa, além de ter chegado a duas finais seguidas de Champions League: em 1999/00 e 2000/01.

A 1ª decisão continental foi justamente contra o Real Madrid, no Stade de France, nos arredores de Paris.

Comandados pelo argentino Héctor Cúper, os Ches tinham um timaço recheado de jogadores de seleção, como o goleiro Cañizares, o zagueiro Mauricio Pellegrino, os meias Gaizka Mendieta e Kily González e o atacante Claudio López, entre outros. Nos mata-matas, a equipe passou bem por Lazio (com direito a um 5 a 2) e Barcelona (aplicando um 4 a 1) e chegou animada à decisão.

Na finalíssima, porém, o Valencia pouco conseguiu fazer contra o fortíssimo Real do início da era "galáctica", que ganhou fácil por 3 a 0, gols de Morientes, McManaman e Raúl.

No ano seguinte, a equipe valenciana se reforçou bem. Chegaram nomes como os argentinos Roberto Ayala e Pablo Aimar, além do lateral brasileiro Fábio Aurélio e do volante francês Didier Deschamps, um dos jogadores mais condecorados da história do futebol.

Novamente, o clube fez grande campanha na Champions, despachando Arsenal e Leeds United nos mata-matas até chegar à grande decisão contra o poderoso Bayern de Munique.

Desta vez, a partida foi muito mais equilibrada que no ano anterior. O Valencia abriu o placar logo aos 3 do 1º tempo e se defendeu valentemente, mas acabou levando o empate dos bávaros. A partida terminou em 1 a 1 e foi decidida nos pênaltis. Brilhou a estrela do goleiro Oliver Kahn, que garantiu o troféu para o Bayern por 5 a 4 nas batidas.

Apesar de não ter conseguido conquistar a Europa, o clube espanhol ganhou cancha e iniciou uma pequena era de domínio em LaLiga, deixando para trás os poderoso Real e Barça.

Na temporada 2001/02, os Ches, agora comandados por Rafa Benítez, ganharam o Campeonato Espanhol. Dois anos tempos, em 2003/04, o ano foi ainda melhor: mais um título de LaLiga e, de lambuja, a taça da Copa da Uefa em cima do Olympique de Marselha do jovem Didier Drogba.

play
0:27

Pablo Aimar voltou ao Mestalla em 2017 e foi muito aplaudido pela torcida do Valencia

Aimar marcou época com a camisa do clube espanhol | CLIQUE AQUI e assista ao jogos de LaLiga AO VIVO pela ESPN no Star+

A "era Valencia" na Espanha chegou ao fim depois que Ronaldinho Gaúcho chegou ao Barcelona e o Real Madrid montou o time dos "galácticos", com Ronaldo "Fenômeno", Figo e Zidane. No entanto, as façanhas das equipes de Héctor Cúper e Rafa Benítez ecoam até hoje.