<
>

Atacante do Botafogo diz por que sintético do Nilton Santos está à frente dos gramados de Athletico-PR e Palmeiras

Estádio Nilton Santos, a casa do Botafogo Twitter/@EstNiltonSantos

Em 2023, o Botafogo inovou no gramado do Estádio Nilton Santos e implementou a grama sintética. Até o momento, são dois jogos em casa pelo Campeonato Brasileiro e duas vitórias. E, para Victor Sá, o escolhido para o solo do campo alvinegro é o melhor do país.

Em entrevista ao 'De Primeira', do UOL, o atacante do Glorioso comparou o gramado sintético do Nilton Santos com os dos estádios de Athletico-PR e Palmeiras e explicou por que o do clube carioca está à frente.

"O nosso gramado sintético, na minha opinião, é o melhor dos três, porque é um pouco mais macio. O do Palmeiras é bem duro. No Nilton Santos, você não sente tanta diferença [em relação à grama natural]. Foi um trabalho muito bem feito", começou por afirmar.

Em seguida, o autor do primeiro gol do Botafogo contra o Atlético-MG, na vitória por 2 a 0, explicou como o clube pode fazer do gramado um trunfo para a temporada.

"No começo, nós ficamos receosos de como seria o gramado sintético, que é um pouco diferente. Mas o gramado é muito bom, surpreendeu positivamente, não é duro, faz a bola correr bastante. Lógico que faz muita diferença para a gente que está treinando duas vezes por semana ali, contra um time que nunca joga ali, faz diferença. É algo que vai nos favorecer de alguma forma, porque estamos acostumados a jogar no gramado, vai nos tornar mais fortes dentro de casa", completou.

Com quatro vitórias em quatro jogos, o Botafogo lidera o Campeonato Brasileiro com 12 pontos. Na próxima quinta-feira (11), às 19h30 (de Brasília), encara o Corinthians, em casa, pela 5ª rodada da competição.

Próximos jogos do Botafogo: