<
>

É marrento? Escapa de treino? Ex-Flamengo conta relação com Gabigol e lembra 'moral inesperada' que recebeu do artilheiro

Maurício Souza deixou o Flamengo na troca da temporada 2022, após a chegada da comissão técnica de Paulo Sousa


Gabigol gosta de treinar? É marrento ou tranquilo no dia a dia? E como é viver com um astro como ele no vestiário? Demitido pelo Flamengo no começo do ano, o auxiliar Maurício Souza respondeu algumas dessas dúvidas em entrevista ao Charla Podcast.

"Eu sou suspeito. Minha relação nunca foi próxima, mas sempre que a gente se aproximava a resenha era boa", disse o ex-integrante da comissão fixa do Flamengo.

"Ele me deu uma moral, nem sei porque deu, quando jogamos contra o Boavista, no Carioca de 2021. Ele jogou e a gente empatou em 1 a 1. Quando acabou, ele foi para a entrevista e falou coisas de mim que me deixaram boquiabertos. Falou da satisfação de treinar comigo, dos bons treinos que eu dou, que queria fazer o jogo por minha causa", disse Souza, que depois revelou uma brincadeira com o astro.

"E agora mesmo perdeu pênalti contra o Santos, encontrei ele lá e falei: 'P**, na minha vez, Gabriel'. Ele mandou um 'p**, só na tua vez. Não perco há dois anos e foi contigo. Tem lá as marras dele, de um molecão, mas é profissional, faz o que tem que fazer".

Maurício Souza revelou também que Gabigol é dos mais dedicados do Flamengo nos treinos, apesar de não gostar de um exercício específico.

"Não é marra, não. No dia a dia não. Acredito que o Jorge (Jesus) tenha muito mérito nisso. Segredo do Flamengo são os jogadores, que treinam, trabalham e se cuidam. Eles querem ter uma ideia, serem ouvidos, que tragam informações importantes. O Gabriel é assim também. Único treino que eu vi ele selecionar é o de cabeceio, que não é a dele. Ele vai fazer, mas não vai para o choque. Todo outro tipo de treino ele faz".

No Flamengo desde 2019, Gabriel superou a barreira dos 100 gols, acumulou recordes e títulos, mas tem uma motivação especial para 2022: chegar à Copa do Mundo. Maurício Souza revelou que conversou recentemente com o atacante sobre a temporada e deu detalhes de como ele se prepara para estar em boa forma.

"Ele está muito motivado. Nas conversas que tive com ele, fez elogios ao Paulo Sousa. Um jogador que, quando se motiva, ele é bravo. O que ele tem de noção de espaço no campo é absurdo. Chega muito dentro da área, está se cobrando de fazer os gols que perdeu este ano. Falou que não vai se repetir. É sangue nos olhos", disse o ex-auxiliar.