<
>

Internacional estuda entrar na Justiça contra o Palmeiras por casos de COVID-19 na Copinha, diz site

play
Leila Pereira publica post polêmico em suas redes sociais e revolta torcida do Palmeiras (2:32)

Criticada pela falta de reforços de peso, Leila publicou o número de títulos conquistados desde o início da parceria do clube com a Crefisa, empresa da qual foi presidente, e ainda citou as dificuldades no ano de 2014. (2:32)

Apesar de vitória, Palmeiras pode ter problemas na Copinha por conta de jogadores contaminados com COVID-19


O Palmeiras avançou, nesta segunda-feira (17), para as quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior ao vencer o Internacional por 2 a 1. Esta classificação, porém, corre risco.

Horas depois de a partida terminar, o Inter pediu esclarecimentos à FPF (Federação Paulista de Futebol) sobre a escalação da dupla Jonathan e Endrick, do Palmeiras.

No e-mail enviado para a Federação, o clube gaúcho citou que a dupla testou positivo para COVID-19 no último dia 11 de janeiro e o Protocolo de Jogo pede isolamento de 10 dias.

Jonathan foi titular na partida e marcou o gol que inaugurou o placar, sendo substituído na segunda etapa. Endrick, por sua vez, entrou na etapa final no lugar de Gabriel Silva. Já tinha atuado na partida contra o Atlético-GO no final de semana.

O Inter se baseia no item 5 do Protocolo de Jogo da Copinha, onde é citado que ‘os critérios para retorno deverão seguir as condições clínicas do atleta ou membro da comissão técnica, e o tempo mínimo de 10 dias completos após a coleta que apontou o PCR Positivo nos atletas assintomáticos ou oligossintomáticos, acompanhado obrigatoriamente do atestado assinado pelo médico do Clube responsável pelo atleta ou pelo membro da equipe técnica’.

Não há sanção previamente definida para casos de retorno de profissionais por conta da COVID-19 antes do prazo.