<
>

Técnico do Chelsea revela por que tirou Kenedy do Flamengo e explica 'projeto' para o jogador: 'Não é solução'

O técnico Thomas Tuchel, do Chelsea, deu detalhes sobre o retorno antecipado do meia-atacante Kenedy, que estava emprestado ao Flamengo: 'Nós não podemos dizer que ele é uma solução, mas pode ser'


O retorno de Kenedy ao Chelsea pegou o Flamengo de surpresa. Com a grave lesão de joelho sofrida pelo lateral Ben Chilwell, o técnico Thomas Tuchel pediu aos Blues a volta do meia-atacante a Stamford Bridge para a sequência da temporada. Nesta sexta-feira (14), o alemão deu detalhes sobre a decisão.

Segundo o treinador, a escolha pelo retorno do brasileiro não coloca o jogador como solução para o problema gerado no elenco com a ausência de Chilwell, mas amplia o leque de possiblidades.

“Nós não podemos dizer que Kenedy é uma solução, mas pode ser. Ele está de volta e estou muito feliz com isso. É uma grande oportunidade para ele deixar sua marca no clube e nesta equipe. A partir de hoje nós vamos motivar e dar suporte a da melhor forma possível”, disse o treinador em entrevista coletiva.

O Chelsea solicitou o retorno de Kenedy na última quarta-feira (13). Os ingleses fizeram valer da cláusula contratual e exerceram o direito de pedir a volta do jogador do Flamengo, pegando o clube carioca de surpresa.

Pelo contrato, os Blues poderiam solicitar o retorno se o clube carioca não exercesse a opção de compra definitiva até dezembro de 2021, o que não aconteceu.

“Não é apenas sobre trazer os jogadores de volta, é também sobre a possibilidade. Nós enviamos eles por empréstimo para ter uma temporada completa e eles já exercem um papel nesses clubes, a decisão de trazê-los de volta não é só nossa”.

Contratado em agosto do ano passado, Kenedy realizou 17 jogos com a camisa do clube carioca. Ao todo, marcou um gol e deu uma assistência. O jogador tem vínculo na Inglaterra até junho de 2023.

Por conta da lesão de Chilwell, o Chelsea buscava uma peça de reposição para a ala-esquerda. A equipe treinada por Thomas Tuchel tentou recontratar Emerson Palmieri, que está no Lyon. Mas, os franceses não liberaram. Assim, o clube inglês solicitou o retorno de Kenedy.