<
>

Sem reunião com diretoria, Ceni comanda treino e marca reapresentação do São Paulo para 2022

play
Filho de Aloísio Chulapa, Rogerinho, conhece Rogério Ceni após a vitória do São Paulo (0:39)

Via @aloisiochulapa | 'Patrão, olha o Rogerinho', gritou Aloísio depois do jogo contra o Juventude (0:39)

Treinador chegou a admitir que não tinha planos no clube para 2022 e gerou dúvidas na cúpula do Tricolor do Morumbi


A declaração do técnico Rogério Ceni na última segunda-feira (6), após a vitória por 3 a 1 sobre o Juventude, deixou em aberto o seu futuro no clube e gerou incertezas na diretoria sobre a sua permanência em 2022.

Diante disso, uma reunião entre a alta cúpula e o técnico estava marcada para esta terça-feira, após o treino no CT da Barra Funda para debater a situação. Mas ela não aconteceu.

Ao contrário do que foi falado, o técnico dirigiu o treino normalmente com os jogadores que não atuaram contra o Juventude, e definiu a reapresentação do elenco para 10 de janeiro, quando começa a pré-temporada.

Ceni tem contrato com o clube tricolor até 31 de dezembro de 2022, e após a vitória diante do time gaúcho, chegou a afirmar, em tom de despedida, que não tem planos para o próximo ano.

''É um alívio o que foi feito hoje, mas o São Paulo merece muito mais do que passar um ano como foi o de 2021. Eu não tenho planos para 2022. Nós temos mais três dias aqui ainda. E 2022 fica para frente'', disse o treinador na ocasião.

O ídolo Tricolor chegou ao Morumbi no dia 13 de outubro para a sua segunda passagem como treinador. Até o momento, foram 12 partidas disputadas, com cinco vitórias, quatro derrotas e três empates.

Na 13ª colocação com 48 pontos, o São Paulo ainda sonha e tem chance de se classificar para a Conmebol Libertadores, mas para isso, precisa vencer o América-MG no Independência e ainda contar com uma combinação de resultados.