<
>

Rodrigo Caetano diz se tem negociação por Diego Costa e revela projeto do Atlético-MG para 2022

Diego Costa não confirmou permanência no Atlético para 2022; Caetano disse que o clube está satisfeito com o atacante


O Atlético-MG ergueu o troféu do Campeonato Brasileiro no último domingo (5) pela primeira vez em 50 anos e ainda disputa a final da Copa do Brasil nos dias 12 e 15 de dezembro. Mesmo assim, o Galo já se planeja para 2022, quando vai defender o título brasileiro e tentar boa campanha na Conmebol Libertadores.

Em entrevista ao SportsCenter nesta segunda-feira (6), o diretor de futebol atleticano Rodrigo Caetano falou sobre o planejamento para a próxima temporada e disse que espera manter a maior parte do elenco.

“Dificilmente grandes investimentos acontecerão, muito mais possibilidades em casos de necessidade de substituições. A nossa ideia é manter a grande maioria do elenco. Óbvio que passa pelo Cuca”.

“As conversas agora serão mais aprofundadas neste sentido, e o Cuca tem contrato conosco e, obviamente, a gente espera que ele cumpra e a gente possa seguir essa saga de vitórias no ano que vem também”.

Caetano também falou sobre o futuro de Diego Costa, que levantou a possibilidade de não continuar no Atlético em 2022 durante a festa da conquista do título brasileiro.

“Em relação ao Diego [Costa], ele veio nesse segundo semestre, está entregando tudo o que a gente esperava dele. Altamente competitivo, brigador dentro de campo, incorporou rapidamente o espírito do Galo. Não sabemos de nenhuma negociação, não tivemos consulta de nenhum outro clube, e óbvio que a ideia é permanecer com ele”.

“Agora, mudanças e conversar do próximo ano sobre aqueles que aqui estão, podem vir acontecer, mas não estamos prevendo isso. Ele veio, espero que esteja satisfeito com o clube, assim como o clube está com ele”.

O Atlético volta a campo pelo Brasileirão nesta quinta-feira (9), quando visita o Grêmio, que precisa vencer para não ser rebaixado para a Série B. Em seguida, a partir do próximo domingo (12), o Galo disputa a final da Copa do Brasil com o Athletico-PR.