<
>

Ex-companheiro de Agüero confirma aposentadoria do atacante por problema cardíaco: 'Estou muito triste'

Samir Nasri, em entrevista ao Canal+, da França, revelou uma troca de mensagens com Sergio Agüero, na qual o argentino confirmou o fim da carreira


As notícias sobre o fim da carreira de Sergio Agüero são, segundo um ex-companheiro do atacante, verdadeiras.

Neste sábado (20), em entrevista ao Canal+, da França, o ex-meia Samir Nasri disse que conversou com o argentino de 33 anos, que confirmou a aposentadoria graças a um problema cardíaco.

"Kun acabou de me enviar uma mensagem e, lamentavelmente, isso se confirma. Estou muito triste. Além de ser um jogador reconhecido mundialmente, um fenômeno, é um garoto do bem e grande pessoa", afirmou Nasri.

Os dois foram companheiros de clube no Manchester City, entre 2011 e 2016. Venceram duas vezes a Premier League, além de um título da Copa da Liga e outro da Supercopa da Inglaterra.

Nasri lamentou a notícia e prestou solidariedade ao atacante, que na última janela de transferências assinou com o Barcelona após o fim de contrato com o City.

"Me dá pena porque não é uma escolha, é uma aposentadoria forçada. Sei o amor que ele sente pelo esporte e vê-lo parar desta maneira me deixa triste. Desejo a ele muita coragem e carinho, porque é alguém que gosto enormemente".

Agüero ainda não se pronunciou oficialmente sobre o assunto, muito menos o Barcelona. Em entrevista após a vitória por 1 a 0 sobre o Espanyol, o técnico Xavi desconversou e disse que não há uma definição sobre o caso.

O argentino está afastado do futebol desde 30 de outubro, quando sentiu dores no peito durante o empate por 1 a 1 do Barcelona com o Alavés. Inicialmente, Agüero ficaria afastado por três meses, mas o problema aparenta ser mais grave.

Revelado no Independiente, da Argentina, o atacante fez sucesso na Europa com a camisa do Atlético de Madrid e virou uma lenda do Manchester City, onde é o maior artilheiro da história, com 260 gols. Pelo Barça, tem apenas quatro jogos e um gol.