<
>

Brasileirão: Grêmio tem jogador expulso, perde para o Atlético-GO e segue na vice-lanterna

Jogando em Goiânia, o Grêmio foi derrotado pelo Atlético-GO e segue no Z-4 do Brasileirão com o resultado


O Grêmio segue em situação delicada na vice-lanterna do Brasileirão. Nesta segunda-feira (25), jogando no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, pela rodada 28, o Tricolor foi derrotado por 2 a 0 pelo Atlético-GO e desperdiçou a chance de deixar provisoriamente o Z-4 da competição.

Veja toda a repercussão de Atlético-GO x Grêmio a partir das 22h no Linha de Passe, com transmissão AO VIVO pela ESPN no Star+.

O primeiro tempo foi de domínio total do Grêmio, que teve maior posse de bola (60% contra 40%) e também mais finalizações (10 contra 2). Porém, essa vantagem nas estatísticas não se refletiu no placar.

As principais chances foram do clube gaúcho, mas quem soube aproveitar de verdade foram os donos da casa. Aos 43 minutos, o zagueiro Éder deu lançamento milimétrico para Igor Cariús, dentro da área, o lateral do Dragão ganhou dividida com Vanderson e tocou entre as pernas do goleiro Brenno, fazendo um belo gol. Atlético-GO 1 a 0.

O lateral não marcava pela equipe goiana há quase oito meses. Seu último gol havia sido marcado ainda e março, pelo Campeonato Goiano.

Na volta do intervalo, apesar da desvantagem no placar, o Grêmio seguiu dominando as ações do jogo. Logo no primeiro minuto, Villasanti arriscou da entrada da área e assustou o goleiro Fernando Miguel, que só fez o golpe de vista.

Depois dos 10 minutos, o técnico Vagner Mancini fez as primeiras mudanças no time gaúcho. Saíram Douglas Costa e Jean Pyerre para as entradas de Ferreira e Miguel Borja.

Ferreira, inclusive, cometeu falta em Janderson e recebeu o cartão amarelo. Com isso, ele está suspenso e não joga a próxima partida do Grêmio.

E apesar do domínio gremista, o Atlético ampliou aos 26 minutos. O zagueiro Paulo Miranda puxou a camisa de André Luís dentro da área e cometeu pênalti. Após revisão junto ao VAR, o defensor foi expulso.

Na cobrança, Marlon Freitas deslocou o goleiro Brenno e bateu no lado direito, fazendo o 2 a 0 no Antônio Accioly.

Com a vitória, o Atlético-GO somou a sua segunda vitória seguida no Brasileirão, e mais uma vez em casa após derrotar o líder Atlético-MG na rodada passada.

O Tricolor, por sua vez, voltou a perder após vitória em casa sobre o Juventude na Arena, na rodada passada. Nos últimos cinco jogos, os gaúchos venceram apenas um (3D, 1E e 1V).

Situação do campeonato

Com a derrota, o Grêmio segue na vice-lanterna do Brasileirão, com os mesmos 26 pontos. A distância para deixar o Z-4 ao menos segue em três pontos.

O Dragão, por sua vez, foi a 37 pontos e saltou do 12º para o 9º lugar na tabela. A distância para o G-6 é de apenas quatro pontos no momento.

O cara: Fernando Miguel

O goleiro do Atlético-GO foi irreparável na vitória da sua equipe em Goiânia. No primeiro e segundo tempos, fez defesas fundamentais para evitar que o Dragão fosse vazado pelo Grêmio, que chegou mais vezes com perigo no jogo.

Foi mal: Paulo Miranda

O zagueiro do Grêmio foi um dos responsáveis pela derrota da sua equipe. No início do segundo tempo, cometeu pênalti e foi expulso, dificultando ainda mais a missão dos gaúchos em Goiânia, que no lance seguinte levaram o segundo gol.

Próximos jogos

O Atlético-GO volta a campo pelo Brasileirão no próximo domingo (31), às 20h30, contra o Sport, na Ilha do Retiro. A partida é válida pela rodada 29.

No mesmo dia, às 16h, na Arena, em Porto Alegre, o Grêmio recebe o Palmeiras, pela mesma rodada.

Ficha técnica:

Atlético-GO 2 x 0 Grêmio

GOLS: Atlético-GO: Igor Cariús (43' 1T) e Marlon Freitas (26' 2T)

ATLÉTICO-GO: Fernando Miguel; Arnaldo (Oliveira), Wanderson, Éder e Igor Cariús; Marlon Freitas e Willian Maranhão; Janderson (Baralhas), Ronald (Toró) e André Luís (Brian Montenegro); Zé Roberto (João Paulo). Técnico: Eduardo Souza.

GRÊMIO: Brenno; Vanderson, Paulo Miranda, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos e Villasanti (Luiz Fernando); Alisson (Campaz), Douglas Costa (Ferreira) e Jean Pyerre (Miguel Borja); Diego Souza (Ruan). Técnico: Vagner Mancini.