<
>

Jogadores do Cruzeiro anunciam greve e paralisam treinos por salários atrasados

Elenco profissional do Cruzeiro decide não participar de treinos na Toca da Raposa por insatisfação com atrasos de pagamento


Os jogadores do Cruzeiro anunciaram nesta quarta-feira (13) por meio de uma nota oficial, divulgada em suas redes sociais, que entraram em greve por causa de atrasos salariais.

A informação já havia sido divulgada anteriormente pela Rádio Itatiaia e foi confirmada pelos atletas. O elenco está insatisfeito com os atrasos nos pagamentos, que vêm ocorrendo desde 2020, e decidiram paralisar os treinos até que uma solução seja apresentada pela diretoria do clube.

Acompanhe as notícias e repercussões do Cruzeiro no SportsCenter, com transmissão pela ESPN no Star+

O próximo treinamento da equipe celeste estava marcado para tarde desta quinta-feira (14) e até o momento não deve acontecer.

Ainda segundo a rádio, a diretoria celeste quitou uma folha salarial na última quarta-feira, mas o gesto não foi o suficiente para reduzir a fúria do elenco com os dirigentes, já que ainda há muitos débitos referentes à temporada passada.

O movimento dos atletas conta com o apoio do técnico Vanderlei Luxemburgo, de acordo com a Itatiaia.

Enquanto o tempo esquenta em Belo Horizonte, vale lembrar que o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, está em Portugal participando de um seminário sobre gestão moderna no futebol.

Procurada pela rádio, a Raposa ainda não se pronunciou oficialmente sobre o movimento dos jogadores.

A equipe mineira vive momento delicadíssimo na Série B. O clube está em 11º lugar na tabela, a 9 pontos do G-4, e possui chances apenas remotas de conseguir o acesso.

Caso as previsões se confirmem, o Cruzeiro terá que ficar mais um ano na Série B, em um fracasso retumbante em pleno ano do centenário.