<
>

Grêmio tenta Borja por empréstimo, e Palmeiras coloca 3 condições para fechar negócio; veja detalhes

play
'O Borja é um centroavante muito bom, e o Abel pode colaborar para que ele renda mais no Palmeiras', diz Eugênio Leal (1:46)

O atacante Miguel Borja se reapresentou nesta terça-feira ao Palmeiras. Ele estava emprestado ao Junior Barranquilla, da Colômbia, mas, como não foi comprado, retornou ao clube com o qual tem contrato. (1:46)

O Grêmio procurou o Palmeiras para tentar a contratação por empréstimo do atacante Miguel Borja, Segundo apurou o ESPN.com.br nesta sexta-feira (30).

De acordo com pessoas envolvidas nas conversas, o time alviverde impôs três condições para que a negociação avance. São elas:

  1. O Grêmio tem que desembolsar dinheiro pelo empréstimo

  2. O Grêmio tem que topar a liberação imediata de Borja caso o Palmeiras receba uma proposta do exterior pelo centroavante

  3. O estafe de Borja tem que aceitar renovar o contrato do atacante com o Palmeiras pelo período do empréstimo ao Grêmio.

As condições já foram apresentadas ao Imortal e ao estafe do colombiano.

Se todos toparem as três condições, as conversas seguem em frente. Caso contrário, Borja seguirá mesmo no Palestra Itália.

Como mostrou o ESPN.com.br nos últimos dias, a prioridade para a diretoria gremista no momento é a contratação de um centroavante de peso.

Nomes como Jonathan Calleri e Darío Benedetto foram procurados pelos cartolas tricolores, mas as negociações pararam nos altos valores de salários dos atletas.

Recentemente, o Grêmio também sondou Luiz Adriano, do Palmeiras, mas desistiu de ir em frente ao saber que o Verdão so topava vender seu camisa 10, e não emprestar.