<
>

Champions: Chelsea vence Real Madrid e fará final inglesa contra o Manchester City em busca do bi

play
City x Chelsea: quem é favorito ao título da Champions League? Leonardo Bertozzi opina (1:01)

Ingleses farão a grande final da competição nesta temporada (1:01)

O Chelsea está na final da Champions League! Nesta quarta-feira, os Blues venceram o Real Madrid por 2 a 0, em Stamford Bridge, e se classificaram para a grande decisão contra o Manchester City, dia 29 de maio, em Istambul (Turquia) - a ida havia terminado em 1 a 1.

Werner, no 1º tempo, e Mount, no 2º, garantiram a vitória da equipe londrina, que disputará sua 3ª final da história (2008, 2012 e 2021) e buscará seu 2º título (foi campeã em 2011/12).

A partida ainda foi marcada por uma "atuação" sofrível do técnico dos merengues, Zinedine Zidane.

Ele tentou usar uma formação 3-5-2, com Vinicius Jr. de ala direita e Hazard titular no ataque, mas teve resultados desastrosos.

Com Sergio Ramos claramente fora de ritmo na zaga, o gigante espanhol foi dominado pelos Blues, e só conseguiu chegar em esporádicas finalizações de Benzema.

No 2º tempo, ele não mudou suas convicções, manteve o inútil 3-5-2 e ainda demorou "milênios" para tirar Hazard, deixando a missão do Chelsea ainda mais fácil.

Por outro lado, será a 2ª decisão seguida do alemão Thomas Tuchel, que, na temporada passada, foi vice com o PSG.

WERNER E MENDY DECIDEM NO 1º TEMPO

A partida começou equilibrada em Stamford Bridge, mas com o Real Madrid tendo mais posse de bola.

O Chelsea ensaiava ameaçar em contra-ataques, e chegou até a abrir o placar aos 18, com Werner, mas o tento foi bem anulado por impedimento.

Quando conseguia passar pela "barreira azul" de Thomas Tuchel, os merengues assustavam bastante.

Aos 25, por exemplo, Benzema girou na meia-lua e bateu colocado, buscando o cantinho. Mendy voou e fez uma defesaça para salvar os Blues.

E, praticamente na jogada seguinte a essa, os anfitrões abriram o placar em uma belíssima jogada.

Aos 27, Kanté limpou no meio e achou Havertz livre. O alemão deu uma linda "cavadinha" sobre Courtois, mas a bola foi no travessão. Na sobra, porém, Werner só empurrou para dentro de cabeça.

A zaga do Real reclamou muito de impedimento, mas o VAR mostrou que o centroavante estava em posição legal antes da finalização de Havertz.

Até o intervalo, os espanhóis tiveram chances de buscar o empate, mas pararam no excelente goleiro Mendy.

A oportunidade mais clara foi aos 34, em forte cabeçada de Benzema, que o arqueiro senegalês espalmou por cima de forma cinematográfica.

E, dessa forma, os Blues conseguiram levar a vantagem para os vestiários.

CHELSEA 'MATA' NO 2º TEMPO

Na volta do intervalo, o Chelsea retornou muito melhor e perdeu gols "feitos" em série na noite londrina.

Logo aos 2 minutos, Havertz recebeu cruzamento da direita, ganhou de Militão pelo alto e acertou uma testada fortíssima no travessão, que ficou balançando.

Pouco depois, aos 13, Jorginho deu excelente enfiada para Havertz, que saiu cara-a-cara com Courtois. O alemão tentou rasteiro, mas o belga defendeu de canela.

Nova chegada inglesa aos 20: em contra-ataque veloz, Werner ajeitou para Kanté chegar batendo. O fracês tentou tirar de Courtois, mas o goleiro fez nova defesaça e salvou.

Vendo seu Real ser "engolido", Zinedine Zidane fez duas mudanças: sacou Vinicius Jr. e Mendy e colocou Asensio e Valverde.

No Chelsea, Tuchel respondeu com Pulisic no lugar de Werner, buscando seu mais contundente nos contra-ataques.

Sem conseguir o efeito desejado, Zizou foi para o "tudo ou nada" aos 31: sacou o volante Casemiro e colocou o atacante Rodrygo.

Mas os merengues não conseguiam ameaçar o time inglês, que, em mais uma jogada de transição, matou o jogo nos minutos finais.

Aos 39, Pulisic recebeu na área, fez o breque e foi bloqueado por Courtois. No entanto, ele deu assistência perfeita para Mount chegar completando para dentro.

2 a 0 e passaporte carimbado para ir a Istambul em 29 de maio!

Ficha técnica

Chelsea 2 x 0 Real Madrid

GOLS: Chelsea: Werner [28'] e Mount [85']

CHELSEA: Mendy; Christensen, Thiago Silva e Rüdiger; Azpilicueta (Reece James), Kanté, Jorginho, Mount (Ziyech) e Chilwell; Havertz (Giroud) e Werner (Pulisic) Técnico: Thomas Tuchel

REAL MADRID: Courtois; Militão, Sergio Ramos e Nacho; Vinicius Jr. (Asensio), Casemiro (Rodrygo), Modric, Kroos e Mendy (Valverde); Hazard (Mariano Díaz) e Benzema Técnico: Zinedine Zidane

Estatísticas

12º gol de Werner em 42 jogos pelo Chelsea na temporada

vez que Werner faz gol em Champions sem ser de pênalti desde 2019

Foi apenas o gol de Werner em mata-mata de Champions na carreira

Mendy fez 4 defesas difíceis para o Chelsea no 1º tempo

gol de Mount em 49 jogos pelo Chelsea na temporada

O Chelsea disputará sua final de Champions na história

O Chelsea buscará seu título de Champions na história

O técnico Thomas Tuchel disputará sua final seguida de Champions


Próximos jogos

As equipes voltam a campo nos próximos dias, por suas ligas.

  • Sábado, 08/05, 13h30*, Manchester City x Chelsea, Premier League

  • Domingo, 09/05, 16h*, Real Madrid x Sevilla, LaLiga

*horário de Brasília