<
>

Palmeiras consulta estafe de Borré, estabelece teto e estuda 'engenharia financeira' para ter atacante do River

O Palmeiras fez uma consulta ao estafe do atacante Rafael Santos Borré, de 25 anos, do River Plate, para sondar sua pretensão salarial, apurou o ESPN.com.br.

O centroavante colombiano está em reta final de contrato com o time argentino (o vínculo acaba em junho), e o Verdão tem a intenção de trazê-lo sem custos, firmando agora um pré-contrato.

A equipe alviverde sabe que Borré, um dos grandes destaques do multicampeão River nos últimos anos, tem procura de vários clubes, mas tem interesse na vinda do artilheiro.

Ao mesmo tempo, a equipe argentina vem tentando renovar com o atleta a pedido do técnico Marcelo Gallardo, mas até o momento ainda não conseguiu chegar a um acordo.

Fontes ouvidas pela reportagem no Verdão dão conta de que o clube definiu um teto para a negociação e não pretende gastar quantias exorbitantes para contratar Borré.

A intenção da diretoria palestrina é montar uma 'engenharia financeira' que permita encaixar a contratação nos limites do orçamento.

Foi essa a estratégia usada, por exemplo, para trazer o lateral-esquerdo Matías Viña do Nacional-URU e também para renovar o contrato do zagueiro Gustavo Gómez.

Revelado pelo Deportivo Cali, da Colômbia, Santos Borré foi vendido ainda jovem para o Atlético de Madrid, da Espanha.

Ele jogou também pelo Villarreal antes de ser cedido ao River Plate, clube pelo qual fez muito sucesso nos últimos anos, fazendo muitos gols e enfileirando taças.

No atual ano calendário do futebol argentino, o colombiano tem nove gols em 20 partidas.

Na última Conmebol Libertadores, aliás, ele chegou a marcar em cima do próprio Palmeiras na vitória por 2 a 0 do River Plate no Allianz Parque, pelo duelo de volta da semifinal.

*Colaborou Javier Gil Navarro, da ESPN Argentina