<
>

Inter de Milão e Shakhtar Donetsk pela Champions marca nova 'decisão' 144 dias após 5 a 0 histórico pela Europa League

play
Shakhtar Donetsk vence Real Madrid com gol de Dentinho e 'rouba' a 2ª colocação na Champions League (0:43)

Com o resultado, os dois times ficam com sete pontos na chave, mas os ucranianos ficam à frente por levarem a melhor no confronto direto - tinham vencido também em Madri por 3 a 2. O líder é o Borussia M'Gladbach. (0:43)

A Europa tem se acostumado a ver Inter de Milão e Shakhtar Donetsk em confrontos decisivos. Nesta quarta-feira (09), as duas equipes voltam se encarar em partida que vale a classificação para as oitavas de final da Uefa Champions League, na chave mais disputada da fase de grupos.

Após empatarem em 0 a 0 na Ucrânia, os dois times se enfrentarão no Giuseppe Meazza em clima de vida ou morte. Na cabeça dos rivais, no entanto, anda estará fresco o penúltimo encontro, que ficou marcado na história de ambos.

Italianos e ucranianos volta a se enfrentar 144 dias após a sonora goleada por 5 a 0 da equipe Milão, que contou com atuações inspiradas de Lautaro Martínez e Romelu Lukaku.

Com dois gols de cada atacante, além de um de D'Ambrosio, o time de Antonio Conte foi avassalador em campo, e garantiu uma vaga na decisão da Uefa Europa League 2019/2020.

Clique aqui e veja a classificação completa da Uefa Champions League

Português colecionando derrotas doloridas

Mesmo com a pressão pelo resultado, Luís Castro segue no comando do Shakhtar. O placar em Colônia, cidade da Alemanha que sediou a reta final da competição após a pandemia da COVD-19, não foi o bastante de encurtar a passagem do português por Donetsk.

Desde aquela goleada, o Shakhtar já disputou 18 partidas, com apenas três derrotas. Todas elas, no entanto, muito doloridas.

Além do 3 a 1 contra o Dínamo de Kiev na disputa pelo título da Supertaça Ucraniana, a equipe que é recheada de brasileiros foi goleada duas vezes pelo Borussia Monchengladbach nesta Champions League: 6 a 0 na Alemanha e 4 a 0 na Ucrânia.

Mesmo com a 'freguesia' para o time do alemão Marco Rose, o Shakhtar tem mantido uma campanha sólida na fase de grupos.

Após bater duas vezes com o Real Madrid e empatar no primeiro confronto diante da Inter de Milão, os ucranianos abrem a última rodada da chave B dentro da zona de classificação para o mata-mata, com 7 pontos, um a menos que o líder Gladbach.

Com 26 pontos em 12 rodadas, o Shakhtar Donetsk é atualmente o segundo colocado no Campeonato Ucraniano, três pontos atrás do líder Dínamo de Kiev.

Conte goleou, mas 'bateu na trave'

Mesmo após a goleada por 5 a 0 diante do Shakhtar Donetsk, a temporada da Inter de Milão terminou longe do que pretendia Antonio Conte. Apontado como favorito na final daquela Uefa Europa League, o time italiano acabou derrotado por 3 a 2 para o Sevilla quatro dias após ‘massacrar’ o rival ucraniano.

O gosto amargo da frustração segue na equipe de Milão, que ainda não teve a chance de disputar outra taça, ao contrário do time de Donetsk.

O desempenho dos comandados por Antonio Conte nesta temporada segue marcado pela oscilação. Mesmo com uma equipe 'mais forte', em teoria, após ser reforçada com a chegada do meio-campista Arturo Vidal e do lateral-direito Achraf Hakimi, o time tem sofrido para responder em campo às expectativas.

Com apenas uma vitória em cinco jogos, os Nerazzurri chegam à partida decisiva da chave ainda com chances de classificação, mas pressionados. Lanterna do grupo B, a Inter de Milão precisa vencer o Shakhtar Donetsk e torcer para que o Borussia Monchengladbach derrote o Real Madrid para avançar 'com pouca matemática' para as oitavas de final. Os cenários, no entanto, ainda podem ser mais complexos.

Assim como o Shakhtar Donetsk, a Internazionale chega à última rodada da fase de grupos da Champions sendo vice-líder do Campeonato Italiano. Após dez partidas, a diferença para o rival Milan, no entanto, é maior: 26 pontos a 21.