<
>

'Griezmann nunca me falou de sua relação com Messi', diz ex-agente que quase agravou crise no Barcelona

Ex-agente e tio de Antoine Griezmann, Eric Olhats tentou dar um ponto final à polêmica gerada pela declaração que deu em entrevista à revista France Football, dizendo que Lionel Messi teria reprovado a contratação do atacante francês pelo Barcelona. Em carta aberta publicada neste sábado (21), no jornal espanhol Marca, ele fez questão de frisar que não conhece a fundo a relação entre os dois jogadores.

“Em primeiro lugar, quero deixar bem claro que Antoine Griezmann nunca me informou sobre esse assunto (relação com Messi). Os comentários que fiz na France Football vêm de uma situação discutida por muitos meios de comunicação durante a temporada passada. Eu entendo que meus comentários são subjetivos e que posso até estar errado. Eu sou o único responsável por eles”, começou por dizer Olhats.

O parente do jogador francês também fez questão de citar o técnico do Barcelona Ronald Koeman, que, em entrevista coletiva negou que tenha visto qualquer problema entre os dois jogadores. Segundo Olhats, sua declaração à France Football diz respeito à temporada passada e não à atual.

“Dadas as palavras de Koeman, ao qualificar esses comentários de besteira, entendo que ele esteja defendendo a instituição e os jogadores, mas não está correto em duas questões. Uma delas é quando ele fala do cliente ao qualificar meu relacionamento com Griezmann. Nunca houve uma relação contratual entre nós. Não fui seu agente, fui seu assessor técnico, mas entendo que isso me dá legitimidade para expressar minha opinião sem ter que levantar um dedo para pedir permissão a ninguém. Ele também diz que não viu nenhum problema entre os dois jogadores desde então que chegou. A maioria desses problemas ocorreu durante a temporada passada, na qual acho que ele não era o chefe da equipe", prosseguiu.

"Ciente de que a vítima em todo este caso é Antoine Griezmann, lamento sinceramente e peço desculpas. Este será meu último comentário sobre este tópico”, finalizou.

Veja abaixo a declaração de Olhats que quase agravou a crise no Barcelona:

“Antoine foi para um clube em que Messi está de olho em tudo. Ele é o imperador e o monarca, e não gostou da chegada de Antoine. Sua atitude foi deplorável e o fez se sentir mal. Sempre ouvi Griezmann dizer que não teve problemas com Messi, mas nunca o contrário. É o regime do terror. Ou está com ele ou está contra ele”, afirmou, há algumas semanas, à France Football.