<
>

Santos aceita nova oferta do Al Hilal de mais de R$ 40 milhões por Soteldo, que ainda não disse 'sim'

O Santos aceitou uma nova proposta do Al Hilal, da Arábia Saudita, por Yeferson Soteldo. Mas o camisa 10 ainda não aceitou sair.

Como a Gazeta Press antecipou, o clube saudita ofereceu 6 milhões de dólares (R$ 40 milhões) e ouviu o “não” do time brasileiro. Os árabes, porém, aumentaram a oferta nos últimos dias.

A negociação agora é entre os representantes de Soteldo e o Al Hilal. Como a prioridade do venezuelano é sair apenas se for para a Europa, um alto salário seria necessário.

Sem essa definição, o camisa 10 segue relacionado para a partida contra o Coritiba neste sábado, às 19h (de Brasília), no Couto Pereira, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Cuca sabe da negociação em andamento e pode optar por utilizar ou não o jogador.

O Santos tem 100% dos direitos econômicos de Soteldo, mas não pagou um real sequer por eles ao Huachipato, do Chile. O caso está na Fifa.

A equipe alvinegra prometeu adquirir 50% dos direitos em 2019 por 3 milhões de dólares. Quando o Atlético-MG fez proposta neste ano, o time paulista se comprometeu a pagar os 50% atrasados mais os demais 50% por 6 milhões de dólares. O total, com juros e correção, está em quase 12 milhões de dólares (R$ 67,7 milhões).

A Fifa, porém, só deu ganho de causa ao Huachipato na primeira dívida, de 3 milhões de dólares do ano passado. O valor desse débito, com multa e juros, está em quase R$ 20 milhões. O Santos busca acordo com o clube chileno. Não houve avanço após um primeiro contato oficial entre as diretorias por meio de videoconferência.