<
>

Neuer lembra 7 a 1, e Muller decreta: 'Contra o Brasil não tivemos o controle que tivemos contra o Barcelona'

play
Bayern de Munique 'destrói' o Barcelona com 8 gols e está na semifinal da Champions (1:37)

Time alemão deu um 'chocolate' nos espanhóis: goleada por 8 a 2 em Portugal (1:37)

Thomas Müller foi um dos personagens da icônica vitória da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1 pela semifinal da Copa do Mundo de 2014. Seis anos depois, ele seria novamente um dos destaques em um dos resultados mais emblemáticos da história do futebol.

Autor de dois gols no triunfo do Bayern de Munique por 8 a 2 sobre o Barcelona pelas quartas de final da Champions League, o meia-atacante viu um domínio do time bávaro ainda maior do que a seleção alemã teve na partida no Mineirão.

“Contra o Brasil não tivemos o jogo sob controle como tivemos esta noite”, declarou o camisa 25 após a partida desta sexta-feira no Estádio da Luz, em Lisboa. “Nesta noite nos queríamos dominar o oponente com nosso estilo. E fomos brutalmente dominantes”.

O goleiro e capitão Manuel Neuer também fez menção ao 7 a 1 ao falar depois do atropelo do Bayern de Munique, que agora espera por Manchester City ou Lyon na semifinal.

“A gente joga num clube que tem uma tradição muito longa, uma longa história, vencer um time tão forte como esse do Barcelona é muito especial. Os jogadores que estavam naquele 7 a 1 contra o Brasil também vão lembrar. Agora vamos olhar pra frente concentrados“, disse.

Além da dupla, Jérôme Boateng é o outro jogador que esteve em campo nas duas partidas.